Publicidade

X

Capital

Prefeitura amplia tempo da travessia de pedestre em SP

Entre as vias afetadas estão a estrada de Itapecerica e as avenidas Aricanduva, Sapopemba, Bandeirantes e Anhaia Mello Da Reportagem De São Paulo

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 24/09/2018 às 22:18

Atualizado em 25/09/2018 às 14:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta segunda-feira mudanças no trânsito, aumentando em 20% o tempo para pedestres atravessarem cruzamentos com semáforos em 12 avenidas da capital paulista. As medidas começam a funcionar imediatamente.

A mudança visa a aumentar a segurança das pessoas, oferecendo mais oportunidades de travessia em São Paulo. Para garantir o respeito às regras, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) também revitalizou e ampliou a sinalização horizontal e vertical desses corredores.

As vias afetadas são: estrada de Itapecerica, avenida Raimundo Pereira de Magalhães, avenida Engenheiro Caetano Álvares, avenida Sapopemba, avenida Senador Teotônio Vilela, avenida José Pinheiro Borges, avenida Aricanduva, avenida dos Bandeirantes, avenida Corifeu de Azevedo Marques, avenida Eliseu de Almeida, avenida Professor Ignácio de Anhaia Mello (entre a rua Américo Vespucci e a avenida Francisco Mesquita) e avenida Assis Ribeiro.

Outra medida anunciada é a implantação de um programa para reduzir acidentes na avenida Carlos Caldeira Filho, na zona sul, que receberá, partir de 5 de novembro, melhorias na sinalização, aumento de agentes de fiscalização, novos radares e alterações viárias em pontos críticos.

“Esta avenida teve uma evolução no aumento do número de acidentes com vítimas nos últimos seis anos. Só no primeiro semestre deste ano foram cinco acidentes com sete mortes, o que nos motivou a tomar medidas urgentes”, disse o secretário municipal de Mobilidade e Transportes, João Octaviano Machado Neto. Cerca de 43% dos acidentes nos últimos seis anos na via envolveram veículos e outros 40%, motos.

Um dos pontos de ação será um pilar de estreitamento da via, que é do Metrô, e que receberá proteção para reduzir o risco de colisões. Também haverá a proibição de conversão à esquerda na via. A medida já foi realizada para reduzir o número de acidentes na marginal Pinheiros, na M’Boi Mirim e na avenida Celso Garcia.

A CET também fará um novo concurso para contratação de novos profissionais em 2019, segundo o
secretário.

“As medidas buscam atingir o conceito de Visão Zero, que é uma referência internacional, de que nenhuma morte no trânsito é aceita, para chegarmos à meta de seis mortes por 100 mil habitantes em 2020”, afirmou o prefeito Bruno Covas (PSDB).

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

lançamento

Conheça Versão Savana: a mais radical da Mitsubishi L200 Triton

Apresentada há um ano, a atual L200 Triton Savana tem preço sugerido de R$ 299.990 e é produzida em Catalão (GO)

EMPATE

Corinthians empata com Atlético-MG em jogo morno

Partida acabou em 0 a 0 neste domingo (14), na Neoquímica Arena

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter