Publicidade

X

Grande São Paulo

Prefeito de Taboão diz que irá incorporar abonos antes de reajuste a servidores

Fernandes garantiu que irá acrescentar um dispositivo na lei para que o repasse da inflação seja feito de forma automática, todos os anos Por Portal O Taboanense Da Grande São Paulo

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 26/09/2018 às 11:55

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

O prefeito Fernando Fernandes disse em entrevista ao “Portal O Taboanense”, no último sábado, que o estudo para o reajuste do funcionalismo público de Taboão da Serra prevê a incorporação dos diversos abonos concedidos a categoria nos últimos anos. Se a medida for aprovada, o valor dos abonos fará parte de benefícios, como a aposentadoria.

“Queremos incorporar todos os abonos, que eles se tornem salário para que os funcionários possam, depois, desfrutar desse aumento na sua aposentadoria, nos benefícios futuros”, disse Fernando Fernandes.

O prefeito não confirmou, mas segundo fontes ouvidas pela reportagem o estudo que está sendo realizado pela secretaria de finanças de Taboão da Serra prevê a recomposição dos menores salários pagos ao funcionalismo. “Estamos fazendo todos os cálculos para que a conta feche no final, o que temos por enquanto é a incorporação da inflação a partir do próximo ano”, revelou o prefeito.

Fernandes garantiu que irá acrescentar um dispositivo na lei para que o repasse da inflação seja feito de forma automática, todos os anos, sem a necessidade de decretos ou votações. “Mas o que queremos é tornar, a partir do ano que vem, obrigatório o repasse da inflação nos salário, automaticamente, todos os anos. Isso dá mais segurança para o servidor”.

Nos últimos dias, a secretaria de finanças e os técnicos apresentaram um primeiro estudo que foi apresentado para os vereadores. “Estamos acompanhando todas as possibilidades, conversando com nossa base na Câmara Municipal e vamos, em breve, encaminhar o Orçamento Municipal já com esse reajuste para 2019”.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

EM MARÇO

Venda de carros 100% elétricos teve aumento de 973% em relação ao ano passado

Os híbridos venderam 7.411 exemplares em março, com aumento de 9,5% em relação a fevereiro deste ano e de 37,4% em comparação a março de 2023

ECONOMIA

O que é o arcabouço fiscal e por que ele é tão importante?

Sistema veio em substituição ao regime de teto de gastos, vigente desde o governo Temer até o fim de 2022

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter