Publicidade

X

Brasil

Polícia tenta prender 37 acusados de roubo de carga no Rio

Segundo o MPRJ, eles foram denunciados por integrar uma quadrilha especializada em assaltar veículos de carga para consolidar o poder e financiar uma facção criminosa Por Agência Brasil

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 26/09/2018 às 14:50

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Policiais civis cumprem hoje (26), com apoio do Ministério Público Estadual (MPRJ), 37 mandados de prisão preventiva contra acusados de envolvimento com roubo de cargas no Rio de Janeiro.

Segundo o MPRJ, eles foram denunciados por integrar uma quadrilha especializada em assaltar veículos de carga para consolidar o poder e financiar uma facção criminosa.

Ainda de acordo com o MPRJ, o grupo utiliza fuzis, pistolas e granadas para abordar as vítimas.

A carga roubada é levada para comunidades dominadas por uma facção e dali, carregadas para outros veículos para serem revendidas.

Os assaltantes usam, segundo o MPRJ, uniformes de polícia, bloqueadores de GPS e batedores para evitar abordagens policiais.

Eles ainda contam com o apoio de alguns motoristas de empresas de transporte de carga, que fornecem informações privilegiadas sobre os deslocamentos.

A base do grupo fica na Cidade Alta, no bairro de Cordovil, na zona norte do Rio, mas eles atuam em associação com quadrilhas especializadas na venda de drogas em outras comunidades como o Muquiço, a Vila Aliança, o complexo da Pedreira e o Complexo da Maré, além de favelas em São Gonçalo e na Região dos Lagos.

Entre os 37 denunciados há chefes do tráfico, assaltantes, seguranças privados, motoristas e batedores.

A denúncia é resultado de 10 meses de investigação conduzida em parceria pela 6ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal e pela Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC).

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

rodovia Padre Manoel da Nóbrega

Rodovia que corta o Litoral terá 12 pontos de pedágio; veja os locais

Caso os pontos de cobrança da rodovia tenha o valor máximo, o preço total pago em pedágios para cortar a Padre Manoel da Nóbrega será de R$ 72

Lote Litoral Paulista

Rodovias privatizadas no Litoral devem ter 15 pontos de pedágio; veja os locais

Concessão da Parceria Público-Privada possui 213 quilômetros de extensão em rodovias ligando o Alto Tietê ao litoral sul de São Paulo

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter