Publicidade

X

Estado

Condenado a 20 anos por homicídio, ex-vice-prefeito de Itu é preso na Paraíba

O empresário, que também foi vereador em Ribeirão Preto, aguardava em liberdade o julgamento de recurso, mas teve a ordem de prisão decretada e foi considerado foragido em 2017 Por Estadão Conteúdo

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 26/09/2018 às 18:33

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

O ex-vice-prefeito de Itu, Élio Aparecido de Oliveira Júnior, condenado a 20 anos de prisão pela morte do advogado da prefeitura, em 2006, foi preso na noite da terça-feira, 25, em Cubati, no interior da Paraíba. O empresário, que também foi presidente do Ituano Futebol Clube e vereador em Ribeirão Preto, aguardava em liberdade o julgamento de recurso, mas teve a ordem de prisão decretada e foi considerado foragido em 2017.

Ele usava documentos falsos, mas foi denunciado por moradores da pequena cidade que estranharam o estilo de vida do ex-político.

Ao ser abordado pela Polícia Militar, Oliveira Júnior apresentou documento falso de identidade e chegou a ser liberado pelos policiais. Numa nova abordagem, a autenticidade do documento foi checada com apoio da Polícia Civil e a fraude foi descoberta.

O empresário foi detido e autuado por falsidade ideológica. Como tinha mandado de prisão em aberto, ele ficou preso.

Oliveira Júnior foi levado a uma audiência de custódia, na manhã desta quarta-feira, 26, e sua prisão foi mantida. Com a falta de vaga na cadeia de Cubati, ele foi transferido para a prisão de Soledade, cidade vizinha, onde aguardará transferência para uma unidade prisional do Estado de São Paulo.

Defesa

O advogado do ex-vice-prefeito, Flávio Markman, confirmou a prisão e disse que vai adotar medidas para que seu cliente seja libertado. Conforme o defensor, o julgamento do ex-político, em 2015, foi marcado por nulidades que foram objeto de recurso ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). "Ele foi condenado por um placar de 4 a 3 e houve nulidades insanáveis no julgamento. Pedimos que aquele júri seja considerado nulo e que um novo julgamento seja marcado. O recurso está há dois anos no STJ e agora, com a prisão, esperamos que haja celeridade na decisão pelo fato de haver réu preso", disse.

Mandante

Oliveira Junior era vice-prefeito de Itu e presidente do Ituano, clube da primeira divisão do futebol paulista, quando o advogado da prefeitura, H. da S.M., foi assassinado com tiros na cabeça, no centro da cidade. Ele estava no banco do passageiro de uma caminhonete dirigida pelo radialista J.D., assessor de comunicação da prefeitura. Os criminosos, numa moto, atiraram também contra o radialista, mas erraram o alvo.

Os dois atiradores e dois seguranças de Oliveira Junior, um deles ex-policial militar, foram condenados pelo crime, mas o então vice-prefeito foi apontado como mandante. Na época, ele tinha rompido com o então prefeito Herculano Passos, atual deputado federal pelo MDB.

Quando foi assassinado, o advogado também era advogado de Passos. Oliveira Junior foi julgado e condenado nove anos após o crime e, na época, teve o direito de recorrer em liberdade. A medida, no entanto, foi derrubada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, no ano passado, após recurso do Ministério Público.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

TENTATIVA DE FEMINICÍDIO

Homem queima namorada após discussão no interior de SP

Vítima está com estado de saúde instável; homem foi preso e caso segue em investigação

EDUCAÇÃO

Confira 5 livros infantis para alfabetização

Livros infantis podem auxiliar no processo de alfabetização dos pequenos através de formas lúdicas, coloridas e interativas

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter