Publicidade

X

Brasil

Operação Midas prende 333 ladrões, traficantes e assassinos

A mobilizou as Polícias Civis de 25 Estados e do Distrito Federal. Entre os presos estão 116 sob suspeita de roubos, 3 por latrocínio, 154 por outros crimes e 60 em flagrante Por Estadão Conteúdo

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 26/09/2018 às 20:13

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

O Ministério da Segurança Pública deflagrou nesta quarta, 26, a Operação Midas, que mobilizou as Polícias Civis de 25 Estados e do Distrito Federal e prendeu 333 acusados por roubos, assassinatos e tráfico de drogas. Ao todo, estão nas ruas 3.745 policiais. Apenas o Amazonas não foi alcançado pela Midas por "questões operacionais".

Esta é a terceira grande operação do Ministério da Segurança Pública, realizada por ordem do ministro Raul Jungmann.

Entre os presos estão 116 sob suspeita de roubos, 3 por latrocínio, 154 por outros crimes e 60 em flagrante.

Os policiais confiscaram maconha, cocaína, crack e ainda 33 mil comprimidos de ecstasy. Foram apreendidas 31 armas.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CONFUSÃO NA CÂMARA

VÍDEO: Deputado do PSOL troca empurrões com deputado do União e expulsa com chutes integrante do MBL

As agressões ocorreram no fim do corredor das comissões da Câmara, local com intensa movimentação de políticos e assessores

TENTATIVA DE FEMINICÍDIO

Homem queima namorada após discussão no interior de SP

Vítima está com estado de saúde instável; homem foi preso e caso segue em investigação

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter