Publicidade

X

Estado

Sala de aula é vandalizada com frases apoiando ditadura e contra gays

No local estava exposta uma bandeira com as cores do arco-íris, símbolo do movimento LGBTI, com os dizeres “love is love”. Sobre o objeto foi escrito “falta de surra” Por Agência Brasil

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 27/09/2018 às 00:15

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Uma sala de aula da área de comunicação da Fundação Armando Álvares Penteado (Faap) sofreu um ataque de vandalismo ao ter frases de apoio a ditadura, homofóbicas e de teor machista escritas em suas paredes e louças. No local estava exposta, por exemplo, uma bandeira com as cores do arco-íris, símbolo do movimento LGBTI (Lésbicas, Gay, Bissexuais, Transgênero e Intersexuais), com os dizeres “love is love” (amor é amor), em uma tradução livre. Sobre o objeto foi escrito “tapa na cara das puta” e “falta de surra”.

Em uma lousa foi grafado “intervenção já, Ustra herói brasileiro”, em referência a Carlos Alberto Brilhante Ustra, ex-militar reconhecido pelo Tribunal de Justiça de São Paulo como responsável por torturas praticadas no período da ditadura militar no Brasil. Também foi escrito “higienização já, esquerda fede”.

Foram encontradas ainda as inscrições “17 neles” e “ele sim”, em oposição ao movimento “#ele não”, mobilização contrária ao candidato Jair Bolsonaro e que ganhou repercussão nas redes sociais.

Em nota, a Faap disse que repudia todo tipo de desrespeito, violência e discriminação. “O fato ocorrido se restringe a uma divergência entre os alunos, que são capazes e estimulados a debater entre eles. Em relação à violação do espaço da sala de aula, já foram tomadas as providências cabíveis para garantir a manutenção desse ambiente que estimula a criatividade, a autonomia e a livre expressão de seus alunos”.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

off-road à moda antiga

Veja o test-drive da Mitsubishi L200 Triton Savana

Nas trilhas, o conjunto da picape da Mitsubishi esbanja consistência e robustez

CHUVA E FRIO

Frente fria avança para o Sudeste e pode causar queda de temperatura em SP

O clima deve mudar a partir de quarta-feira (17), devido a formação de ciclone e avanço de uma frente fria pelo Sul do Brasil; veja previsão

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter