X

Brasil

Após fala de Mourão, Bolsonaro diz que criticar 13º é ofensa

A manifestação do candidato aconteceu minutos após vir a público declarações de seu vice, general Hamilton Mourão, de que o 13º salário é uma "jabuticaba brasileira" Por Folhapress De São Paulo

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 27/09/2018 às 19:53

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, recorreu ao Twitter nesta quinta-feira (27) para dizer que criticar o 13º salário é uma ofensa.

A manifestação do candidato aconteceu minutos após vir a público declarações de seu vice, general Hamilton Mourão (PRTB), de que o 13º salário é uma "jabuticaba brasileira", uma "mochila nas costas dos empresários" e "uma visão social com o chapéu dos outros".

"O 13° salário do trabalhador está previsto no art. 7° da Constituição em capítulo das cláusulas pétreas (não passível de ser suprimido sequer por proposta de emenda à Constituição). Criticá-lo, além de uma ofensa à quem trabalha, confessa desconhecer a Constituição", escreveu o candidato, que está internado no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para se recuperar de uma facada.

As críticas ao direito trabalhista foram feitas por Mourão em palestra no Clube dos Diretores Logistas de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, na quarta-feira (26).

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CRIME DE TRÂNSITO

Motoristas pagam R$ 600 por dispositivo anti-multa

Golpe da folha magnética permite encobrir caracteres da placa do veículo

Oportunidade em Guarulhos

Feira de empregos: prefeitura e institutos devem oferecer 200 vagas em evento

Para participar dos processos seletivos é necessário levar um documento de identificação original e o currículo atualizado

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter