Publicidade

X

Brasil

Preocupação de distribuidoras com fim do subsídio diesel é alarmista, diz ANP

Décio Oddone, diretor-geral da ANP, afirmou que as recentes declarações de distribuidores de combustíveis sobre o fim do subsídio do diesel são "alarmistas" Por Estadão Conteúdo

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 29/09/2018 às 01:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

O diretor geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Décio Oddone, disse nesta sexta-feira, 28, que as recentes declarações de distribuidores de combustíveis sobre o fim do subsídio do diesel são "alarmistas" e antecipam em três meses uma preocupação que na avaliação do executivo é precipitada.

"Não sabemos como estará o preço do petróleo daqui a três meses, ontem mesmo o câmbio caiu, é uma preocupação muito alarmista", disse ao chegar ao hotel na zona Oeste do Rio de Janeiro onde está sendo realizada a 5ª Rodada de Partilha de Produção.

Esta semana, representantes de distribuidores de combustíveis se disseram preocupados com as perspectivas do fim do subsídio ao diesel, que para eles poderá provocar uma corrida aos postos para aproveitar os preços sem a adição do atual desconto de R$ 0,30 por litro.

Argumentando que o subsídio ao diesel "nem deveria ter começado", ele avalia que a saída terá que ser via mercado, ou seja, deixar que o próprio mercado regule o fim da subvenção. "Tem que deixar as regras de mercado atuarem, temos que sair da subvenção pelas regras de mercado", afirmou.

Oddone avalia que no lugar da subvenção o País precisa de transparência e competitividade no setor de combustíveis, e que para evitar a importação da instabilidade do mercado externo para o mercado interno deveria ser criado um fundo com recursos dos royalties pagos pela exploração e produção de petróleo e gás natural para evitar grandes oscilações de preços.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Lote Litoral Paulista

Rodovias privatizadas no Litoral devem ter 15 pontos de pedágio; veja os locais

Concessão da Parceria Público-Privada possui 213 quilômetros de extensão em rodovias ligando o Alto Tietê ao litoral sul de São Paulo

CONFUSÃO NA CÂMARA

VÍDEO: Deputado do PSOL troca empurrões com deputado do União e expulsa com chutes integrante do MBL

As agressões ocorreram no fim do corredor das comissões da Câmara, local com intensa movimentação de políticos e assessores

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter