Publicidade

X

Estado

Polícia de SP apura maus tratos em 'racha' de charretes na Raposo Tavares

Um vídeo nas redes sociais mostra um dos cavalos caindo durante a disputa, após ser fustigado pelo condutor da charrete Por Estadão Conteúdo

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 02/10/2018 às 16:25

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

A Polícia Civil abriu inquérito, nesta segunda-feira, dia 1º, para apurar indícios de maus tratos a animais em "racha" de charretes na rodovia Raposo Tavares, em Mairinque, município do interior de São Paulo. A investigação tem como base vídeos postados em redes sociais pelos participantes das corridas. Um deles mostra um dos cavalos caindo durante a disputa, após ser fustigado pelo condutor da charrete. Na queda, o animal e o condutor quase são atropelados por um veículo.

O racha foi filmado no km 65 da rodovia, na altura do bairro Marmeleiro. As imagens mostram que as charretes ocupam as duas faixas de uma das pistas da estrada, impedindo a passagem de veículos. Os equipamentos são do tipo biga, usados em passeios.

De acordo com a delegada Fernanda Ueda, as imagens mostram que os equinos são obrigados a um grande esforço para atingir o máximo de velocidade durante a corrida. Por conta da velocidade, o atrito das ferraduras com o asfalto chega a produzir faíscas.

Além de possível crime de maus tratos, a delegada acredita que os envolvidos podem ser indiciados por colocar a própria vida e as de outras pessoas em risco.

Um dos participantes do racha já foi identificado. Ele deve ser ouvido ainda nesta terça-feira, 2. A polícia busca também o paradeiro do cavalo que sofreu a queda e que, possivelmente, está ferido.

Moradores da região afirmam que o uso da rodovia, no trecho de Mairinque, para corridas de charretes é comum, em fins de semana e horários de pouco movimento. A Polícia Militar Rodoviária informou que, nesse trecho, a rodovia é patrulhada diariamente e que já houve apreensões de veículos de tração animal conduzidos irregularmente.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CHUVA E FRIO

Frente fria avança para o Sudeste e pode causar queda de temperatura em SP

O clima deve mudar a partir de quarta-feira (17), devido a formação de ciclone e avanço de uma frente fria pelo Sul do Brasil; veja previsão

ENTREVISTA

Felicio Ramuth: 'O governo do Estado quer dar uma atenção especial ao centro'

Em entrevista à Gazeta, o vice-governador explicou a mudança da sede do governo para o centro de SP e anunciou resultados do Hub de Cuidados com Cracks e Outras Drogas

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter