Publicidade

X

Capital

Setor de serviços de São Paulo faturou R$ 27,7 bilhões em julho

A arrecadação teve crescimento de 11,9% em relação ao mesmo período de 2017, o melhor resultado do mês de julho desde o início da série histórica em 2010 Por Agência Brasil

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 05/10/2018 às 00:33

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) aponta que o faturamento do setor de serviços da cidade de São Paulo atingiu R$ 27,7 bilhões no mês de julho. No que diz respeito à arrecadação, indica um crescimento de 11,9% em relação ao mesmo período do ano passado, o melhor resultado do mês de julho desde o início da série histórica em 2010. Segundo a entidade, as vendas avançaram 14,9% de janeiro a julho e 12,5% no acumulado dos últimos 12 meses.

A pesquisa revela que das 13 atividades analisadas, nove apontaram expansão no faturamento real em relação a julho de 2017. O segmento de marketing e comunicação foi o que mais se destacou, registrando um aumento 109,3%, seguido pelas atividades jurídicas, econômicas e administrativas (29,1%); educação (22,8%); técnico-científica (11,2%); turismo, hospedagem, eventos e assemelhados (9,2%); agenciamento, corretagem e intermediação (8,7%); serviços bancários financeiros e securitários (5,9%); o Simples Nacional (1,3%); e outros serviços (0,3%). Juntas, as atividades contribuíram positivamente para o resultado geral com 13,6 pontos percentuais.

Entre os segmentos que registraram resultados negativos estão o de representação comercial (26,1%); construção civil (21,5%); conservação, limpeza e reparação de bens móveis (4,4%); e saúde (2,6%). Essas quatro atividades contribuíram negativamente com 1,7 ponto percentual para o resultado geral.

De acordo com o FecomercioSP, o setor de serviços da cidade de São Paulo tem registrado um crescimento significativo nas suas receitas, mesmo tendo desacelerado de 21,8% em junho para 11,9% em julho.

Os dados são da Pesquisa Conjuntural do Setor de Serviços (PCSS), elaborada pela FecomercioSP com base nos dados de arrecadação do Imposto sobre Serviços (ISS) da cidade de São Paulo, fornecidos pela Secretaria Municipal da Fazenda.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Lote Litoral Paulista

Rodovias privatizadas no Litoral devem ter 15 pontos de pedágio; veja os locais

Concessão da Parceria Público-Privada possui 213 quilômetros de extensão em rodovias ligando o Alto Tietê ao litoral sul de São Paulo

CONFUSÃO NA CÂMARA

VÍDEO: Deputado do PSOL troca empurrões com deputado do União e expulsa com chutes integrante do MBL

As agressões ocorreram no fim do corredor das comissões da Câmara, local com intensa movimentação de políticos e assessores

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter