X

Estado

Doria deve anunciar campanha para Bolsonaro na segunda

Extraoficialmente, aliados do tucano afirmam que ele deve chamar a imprensa na segunda (8) para anunciar a campanha contra o PT e, consequentemente, o apoio a Bolsonaro Por Folhapress De São Paulo

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 05/10/2018 às 18:33

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

O candidato ao governo do estado de São Paulo pelo PSDB, João Doria, afirmou nesta sexta-feira (5) que fará "campanha" e votará contra Fernando Haddad (PT) após o primeiro turno.

Extraoficialmente, aliados do tucano afirmam que ele deve chamar a imprensa na segunda-feira (8) para anunciar a campanha contra o PT e, consequentemente, o apoio a Jair Bolsonaro (PSL).

A ação deverá ser rápida para neutralizar efeitos do apoio de Paulo Skaf (MDB) a Bolsonaro. Nesta manhã, Doria classificou Skaf como um "oportunista".

Ainda nesta sexta, Doria faltou a agenda em comum com o presidenciável de seu partido, Geraldo Alckmin, no Theatro Municipal de São Paulo.

Segundo a assessoria do candidato, ele ficou preso em Sorocaba, no interior de São Paulo, devido às más condições para voar. Em vez de vir à capital, a equipe de Doria pretendia a ir de carro a outra agenda marcada para a tarde em Campinas.

A ausência foi motivo de burburinho no tucanato e acontece em meio a especulações de que Doria estivesse apoiando Bolsonaro secretamente. Ele tem adotado um discurso mais duro, parecido com o do militar.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Vai prestar vestibular?

Vestibulinho das Etecs divulga maiores notas de corte para cursos

Estão inscritos no processo seletivo 74.142 candidatos; prova do Vestibulinho será aplicada em 9 de junho

Agenda do Governador

Entrega de habitação marca agenda do governador

Tarcísio fará entrega de conjuntos habitacionais e participará de conferência juntamente com prefeito

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter