Publicidade

X

Grande São Paulo

Após campanha eleitoral, prefeito de Embu das Artes retorna ao cargo

Chefe do executivo havia se afastado em agosto para se dedicar à campanha de Ely Santos e Hugo Prado. Ambos não se elegeram Por Matheus Herbert De São Paulo

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 09/10/2018 às 19:36

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Após mais de 40 dias afastado do cargo, o prefeito Ney Santos (PRB), de Embu das Artes, na região metropolitana de São Paulo, voltou à administração municipal na manhã de ontem. A informação foi confirmada pelo Secretário de Comunicação da cidade, Jones Donizette. Santos havia se afastado do cargo no dia 29 de agosto para se dedicar à campanha de suas duas apostas políticas, a sua irmã Ely Santos (PRB) à deputada federal e do atual presidente da Câmara, Hugo Prado (PSB) deputado estadual. Os dois não conseguiram se eleger.

Ainda de acordo com o secretário, que também estava afastado das funções para se dedicar às campanhas, “o prefeito voltou às suas atividades normalmente e Ely Santos deve voltar às suas nos próximos dias, ainda sem data”.

Atualmente, Ely Santos tem duas funções na gestão do irmão em Embu das Artes. Ela é Secretária de Gestão de Pessoas e também presidente do Fundo Social.

A Gazeta tentou entrar em contato com o presidente da Câmara Hugo Prado, mas até o fechamento desta edição as ligações não foram atendidas. A reportagem também tentou entrar em contato no gabinete de Prado mas todas as linhas telefônicas estavam ocupadas.

Nas suas redes sociais, Hugo Prado agradeceu na manhã de ontem os votos obtidos nas eleições.
“Quero agradecer cada abraço, cada sorriso e cada voto de confiança. Fizemos uma campanha linda, onde recebemos não apenas o apoio mas principalmente o carinho e a esperança de nosso povo”.

Ainda segundo a publicação de Hugo Prado, “sou o deputado estadual mais votado de minha amada Embu das Artes, tive mais votos que 18 deputados eleitos e por questões partidárias não vou assumir. Os quase 50 mil votos que recebi em minha primeira candidatura como deputado, me dão a certeza que estou no caminho certo. Continuo presidente da câmara municipal de Embu das Artes representando você e defendendo a nossa região”, finalizou a publicação.

Votos

Após a apuração de todas as urnas, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontou que Ely Santos conquistou 49.426 votos e Hugo Prado obteve 46.757 votos válidos e ficou só com a quinta suplência. Os dados podem ser acessados através do site www.tse.jus.br.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

SABESP CAMINHA PARA PRIVATIZAÇÃO

Privatização da Sabesp é aprovada em SP: veja como cada vereador votou

Projeto de lei que viabiliza a privatização da Sabesp recebeu 36 votos favoráveis e 18 contrários na Câmara de SP; proposta ainda precisa passar por 2ª votação

IMUNIZAÇÃO EM TODO O PAÍS

Com doses próximas do vencimento, Saúde amplia vacinação contra dengue até 59 anos

Criança e adolescente de 6 a 16 anos podem se vacinar até 30 de abril

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter