Publicidade

X

Litoral

Navio é resgatado do fundo do mar 4 meses após naufrágio

A retirada foi determinada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) por causa dos riscos ambientais. Por Estadão Conteúdo De Santos

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 13/10/2018 às 23:10

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

O navio pesqueiro Kaiko Maru 16, com 30 m de comprimento e 190 toneladas de peso, foi retirado do fundo do mar, na terça-feira, após naufragar no Porto de Santos, no litoral sul de São Paulo, em junho. O barco de bandeira japonesa, que havia sido abandonado há 15 anos pelos proprietários, afundou no cais do Valongo, área de intensa movimentação de navios no porto.

A retirada foi determinada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) por causa dos riscos ambientais.

A Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), que administra o porto, contratou a empresa Atlântico Serviços Submarinos para executar o resgate. O barco foi içado do fundo do canal por meio de um guindaste flutuante. Foram instaladas barreiras de contenção para evitar a dispersão de possíveis substâncias contaminantes que estivessem no interior do navio. A embarcação foi removida para o cais para posterior destinação, segundo a Codesp.

O Kaiko Maru afundou quase simultaneamente ao naufrágio de outro navio, o Taihei Maru 3, que também já foi removido do mar. Na ocasião, houve vazamento de óleo no canal do estuário. Outras duas embarcações naufragadas também foram resgatadas pela Codesp, o batelão Japuí e o Flutuante IV.

Conforme o Ibama, haviam ainda três barcos que precisavam ser içados para a desobstrução do leito do canal e também por questões ambientais. A programação dos novos resgates dependem das condições meteorológicas e do tráfego de embarcações pelo canal.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

LOTERIAS

Lotomania, concurso 2.608: prêmio acumulou e vai a R$ 2 milhões

A aposta é unica e custa R$ 3 e pode ser realizada também pela internet, até as 19h

OUTONO

Fim de semana em São Paulo será marcado por pancadas de chuva

No fim de semana a Capital terá dias quentes mas com pancadas de chuva; máxima de 28°C e mínima de 19°C

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter