Publicidade

X

Grande São Paulo

Taboão da Serra registrou oito mortes no trânsito de janeiro a agosto

Em comparação com 2017, a cidade teve um aumento de 14% no acumulado no mesmo período Por Portal O Taboanense Da Grande São Paulo

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 17/10/2018 às 12:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Os dados divulgados pelo Infosiga nesta semana mostram que Taboão da Serra registrou oito mortes relacionadas com acidentes de trânsito entre janeiro e agosto deste ano. Em comparação com 2017, a cidade teve um aumento de 14% no acumulado no mesmo período, nos oito primeiros meses do ano passado foram registradas sete mortes.

Os dados acumulados desde 2015 até agosto deste ano mostram 21 pedestres morreram em acidentes de trânsito em Taboão da Serra e 24 motociclistas morreram em acidentes fatais na cidade. Mortes em acidentes envolvendo automóveis somam 11 casos e com bicicletas, dois.

Por faixa etária, o número de casos fatais no município se concentram na maior parte entre 18 e 24 anos, com 22 óbitos desde 2015. Entre 25 e 29 anos, foram cinco mortes, entre 30 e 34 anos, são quatro ocorrências e entre 35 e 39 anos, também quatro mortes.

Cortada pela rodovia Régis Bittencourt, Taboão da Serra registrou 40% dos acidentes fatais na estrada e 57% em vias municipais. A grande maioria das vítimas, 80% são do sexo masculino.

Uma das principais iniciativas do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito é a elaboração de um banco de dados com informações de acidentes de trânsito do Estado de São Paulo. As informações são atualizadas mensalmente para todos os 645 municípios. A base possui dados relativos a quantidade de fatalidades e perfil dos acidentes e das vítimas.

Embu das Artes

O número de óbitos no trânsito em Embu das Artes diminuiu 40% nos oito primeiros meses de 2018 em comparação ao mesmo período do ano passado. Em 2017, foram registradas 15 mortes e neste ano, entre janeiro e agosto, nove mortes no trânsito.

Itapecerica da Serra

Uma das cidades com maior índice de mortes no trânsito na região, Itapecerica da Serra registrou queda de 18,75% nos óbitos entre janeiro e agosto, em comparação com o mesmo período do ano passado. Em 2017 foram registradas 16 casos fatais, contra 13 nos oito primeiros meses do ano.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

EM MARÇO

Venda de carros 100% elétricos teve aumento de 973% em relação ao ano passado

Os híbridos venderam 7.411 exemplares em março, com aumento de 9,5% em relação a fevereiro deste ano e de 37,4% em comparação a março de 2023

ECONOMIA

O que é o arcabouço fiscal e por que ele é tão importante?

Sistema veio em substituição ao regime de teto de gastos, vigente desde o governo Temer até o fim de 2022

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter