X

Estado

Homem é preso no banho após matar mulher a facadas

O crime aconteceu por volta de 4h30 de domingo (21) na edícula em que o casal morava, em Itapira, após uma discussão motivada por ciúmes Por Estadão Conteúdo

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 22/10/2018 às 23:20

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Um homem foi preso durante o banho após assassinar a mulher a facadas, na madrugada de domingo (21), em Itapira, no interior de São Paulo. O crime aconteceu por volta de 4h30 na edícula em que o casal morava, na rua Afonso Pena, Vila Ilze, após uma discussão motivada por ciúmes, segundo familiares da vítima.

O acusado, J.G.F., de 33 anos, desferiu várias facadas na mulher, A.R.F. da S.M., de 38 anos, e depois tentou cortar o próprio pescoço. Os guardas municipais, que foram à residência após serem acionados por familiares da vítima, encontraram a mulher caída, sem roupas e ensanguentada, no quarto do casal. Ela já estava morta. Em seguida, os agentes localizaram o homem sob o chuveiro, lavando o sangue das mãos e do ferimento.

Fossa disse aos guardas que tinha matado a mulher e tentado se matar. A faca usada no crime foi apreendida. Ele foi levado ao Pronto-Socorro do Hospital Municipal de Itapira, onde foi submetido a uma cirurgia em razão do ferimento.

O corpo da vítima foi levado para perícia no Instituto Médico Legal (IML) de Mogi Guaçu e era velado à tarde no Velório da Saudade. O sepultamento foi na manhã desta segunda-feira no Cemitério da Saudade.

Conforme o obituário, a mulher deixou cinco filhos. O acusado foi autuado em flagrante por feminicídio, mas continuava internado à tarde. Seu estado de saúde não foi informado. Conforme a Polícia Civil, o acusado ainda não tinha constituído advogado para sua defesa.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saidinhas

Congresso rejeita veto de Lula e proíbe 'saidinhas' de presos

Lula tentou manter uma lista mais ampla de possibilidades para as saídas temporárias

Fake Agents

Jogador Paolo Guerrero leva golpe de R$ 2 milhões e PF investiga

Paolo Guerrero, ex-jogador do Corinthians, foi vítima em 2022 de um esquema que fraudava saques

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter