Publicidade

X

Televisão

Apresentadora Mylena Ciribelli é demitida da Record após 14 anos

Sua saída foi comunicada após a edição do Fala Brasil, programa em que comandava um quadro esportivo

GABRIEL VAQUER - Folhapress

Publicado em 06/12/2023 às 21:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Apresentadora Mylena Ciribelli / Instagram

A Record demitiu nesta quarta-feira (8) a apresentadora Mylena Ciribelli, sua principal e única estrela ligada ao esporte. Sua saída foi comunicada após a edição do Fala Brasil, programa em que comandava um quadro esportivo.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Mylena já teria sua saída definida desde os cortes realizados em julho por conta dos prejuízos financeiros que a empresa teve em 2022, mas a direção desistiu na última hora. Desta vez, não houve outra alternativa.

A Record contratará um novo nome, com salário menor que o de Mylena, para apresentar as transmissões do Campeonato Paulista 2024 a partir de janeiro. A Record ainda fecha a equipe de narração e comentários.

Mylena Ciribelli começou a carreira na extinta Rede Manchete (1983-1999) em 1985, quando foi contratada para apresentar o Som Maior além de programas especiais, onde entrevistou artistas e bandas como The Cure.

Em 1988, foi transferida para o esporte da Manchete, onde começou a apresentar os boletins da Olimpíada de Seul, da Fórmula 1 e o programa Manchete Esportiva.

Ao se destacar, chamou a atenção da Globo, e foi contratada pela líder de audiência em 1991. Por lá, comandou inicialmente o Esporte Espetacular. Mylena agradou e acabou também à frente do Globo Esporte Rio de Janeiro.

Na Globo, também comandou o Placar Eletrônico e os blocos esportivos do Fantástico, Jornal Hoje e Bom Dia Brasil.

Em 2009, foi anunciada como nova contratada da Record, onde apresentou o programa Esporte Fantástico aos sábados de manhã. Com a extinção do programa durante a pandemia da COVID-19, passou a apresentar um quadro no programa Balanço Geral, do Rio de Janeiro.

Em 2022, Mylena comandou o Esporte Record, junto de Fred Ring, mas a atração saiu do ar após o fim dos estaduais transmitidos pelo canal. Desde então, fazia um quadro de esportes no Fala Brasil, o jornalístico matinal da Record.

Procurada pelo F5, a Record enviou o seguinte comunicado: "Confirmamos o desligamento da apresentadora". Mylena não atendeu às ligações da reportagem.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

SEGURANÇA PÚBLICA

Sindicato protesta contra Derrite por exclusão da Polícia Civil de operação em SP

Presidente do sindicato dos delegados disse que decisão de Derrite de dar mais protagonismo à PM em detrimento à Polícia Civil pode 'fragilizar a estrutura policial'

Programa Jovem Aprendiz

Em busca do primeiro emprego? Empresa Raízen está com 240 vagas abertas

Interessados em se candidatar devem ter entre 16 e 21 anos; não é necessário ter experiência prévia

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter