Publicidade

X

Anexo

'Estou viva, sou atriz'

Bruno Hoffmann

Publicado em 10/05/2019 às 01:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

/Reprodução/instagram

Conhecida como a Dona Florinda do seriado "Chaves" (SBT), a atriz Florinda Meza, 70, retoma a sua carreira no cinema após mais de 30 anos. A atriz faz parte do elenco do longa "Dulce Família", filmado no ano passado, no Chile. Na pré-estreia do filme, na Cidade do México, Florinda desabafou sobre as poucas oportunidades que teve em cinema e pediu para trabalhar. "Vou à pré-estreia do longa que filmei ano passado no Chile, e espero que depois disso os produtores tomem conta de que existo, estou viva, sou atriz e me chamem. Desfrutem-me, porque nasci para isso", disse.

Cancelamento. Eros Ramazzotti anunciou na quarta-feira o cancelamento de parte de sua turnê mundial, que passaria pelo Brasil no Espaço das Américas (SP), em 31 de maio, e no Vivo Rio (RJ), em 2 de junho. Segundo comunicado, o cantor italiano teve de fazer uma cirurgia nas cordas vocais. As apresentações serão reagendadas para 2020, diz a nota. De acordo com a produtora Live Nation, as novas datas serão divulgadas em breve e não será necessária a troca de ingresso. "Caso o cliente não possa comparecer à nova apresentação, haverá ressarcimento, conforme política de devolução que também será comunicada nos canais oficiais da Live Nation e da Ingresso Rápido nos próximos dias." "Peço desculpas para todos meus fãs das Américas do Norte, Central e Sul. Eu voltarei no ano que vem, exceto na Europa, onde a turnê acontece normalmente a partir de 11 de julho", diz Ramazzotti.

Revelação. O ginasta Diego Hypólito, 32, assumiu ser homossexual em entrevista ao UOL. Medalha de prata no solo nos Jogos Olímpicos Rio 2016, o atleta falou abertamente sobre sua sexualidade pela primeira vez e contou sobre como foi difícil para ele manter isso em segredo por anos. "Quero que as pessoas saibam que eu sou gay e que eu não tenho vergonha disso. E não é porque eu sou que outras pessoas vão querer ser. Isso não tem nada a ver. Já vivi muitos anos pensando no julgamento que os outros fariam sobre mim. Hoje só aceito ser julgado por Deus", afirmou.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CASOS EM ALTA

Dengue: grávidas e bebês podem usar repelentes?

Na busca por proteção, a procura por repelentes aumentou nas farmácias de todo o País; dermatologista orienta sobre o uso

DRAMA ALVINEGRO

Corinthians perde para a Ponte Preta em Itaquera e vê vaga se distanciar

Iago Dias abriu o placar aos cinco minutos para a Ponte Preta; Corinthians finaliza 26 vezes, mas não consegue balançar as redes

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter