Publicidade

X
Assédio

Ezra Miller, astro de 'The Flash', é acusado de assédio e asfixia

O ator Ezra Miller foi acusado de assediar uma mulher alemã chamada Nadia e de asfixiar uma islandesa, segundo relato das vítimas à revista americana Variety

Publicidade

Ezra Miller é o ator de Flash / Divulgação/Warner Bros

O ator Ezra Miller, 29, que interpreta o herói Flash nos filmes da DC, foi acusado de assediar uma mulher alemã chamada Nadia e de asfixiar uma islandesa, segundo relato das vítimas à revista americana Variety. Os casos aconteceram em abril deste ano na Alemanha e na primavera de 2020 na Islândia -durante a pandemia de Covid-19. O ator não se manifestou sobre os incidentes até a publicação da matéria.

Nadia conheceu o ator em uma abertura de arte em Los Angeles (EUA), em 2020, mas não reconheceu logo de cara que era o artista. Eles trocaram número de telefone e mensagens. Na última noite de Miller na cidade, eles tiveram um encontro sexual consensual com o ator, mas não se viram mais.

Em fevereiro de 2022, Miller aceitou um convite para ir ao apartamento da mulher, em Berlim, na Alemanha. Durante a visita, ele mudou de humor drasticamente quando ela disse que não poderia fumar em sua casa. "Pedi para eles saírem umas 20 vezes, talvez mais. Ele começou a me insultar", disse.

Depois de cerca de meia hora de súplica, ela disse que finalmente convenceu Miller a sair assim que chamou a polícia. O incidente a deixou profundamente perturbada e com medo de ser atacada fisicamente. "Eu me senti totalmente insegura", disse a Variety.

Pouco mais de um mês após o encontro, ela ficou sabendo das prisões do ator no Havaí , uma delas por conduta desordeira e assédio a clientes em um karaokê, no Havaí, em março deste ano. Nadia disse que neste momento percebeu que não estava sozinha em sua experiência com o ator. "Parece ser um padrão", disse.


Em abril deste ano, Nadia apresentou uma queixa criminal de assédio contra o ator na Alemanha, mas o processo foi interrompido porque Miller não está no país. No mesmo período, o ator foi preso novamente no Havaí por agressão de segundo grau. Ele jogou uma cadeira contra uma mulher, que teve um corte na testa.
Antes disso, o ator foi acusado de tentar asfixiar uma mulher na Islândia, após ela fazer uma piada, em 2020.

Um vídeo gravado pelos amigos da vítima, que a Variety obteve, mostra o ator asfixiando a vítima e jogando ela no chão. "De repente, [eles estão] em cima de mim, me sufocando, ainda gritando na minha cara se eu quero lutar", disse a mulher.

Quando o amigo da vítima percebeu que o ator não estava brincando, parou de filmar e o empurrou para longa. "Dois amigos meus realmente seguraram Miller enquanto ele gritava 'Isso é o que você queria! Isso é o que você queria!'", contou a mulher, acrescentando que ela cuspiu "várias vezes" no rosto de sua amiga -uma afronta que era perigosa nos primeiros dias pré-vacina da pandemia.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Democracia

Fachin defende urnas e se opõe às fake news em mensagem para mobilização de 11 de agosto

Declarações do presidente do TSE foram feitas em meio a insinuações golpistas e ataques do presidente Jair Bolsonaro ao sistema eleitoral

INCLUSÃO

Taboão da Serra realiza eleição para Conselho da Pessoa com Deficiência

No total serão eleitos 20 membros, sendo dez titulares e dez suplentes

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software