X

FESTIVAL

João Rock acerta nas atrações e falha na organização

Festival realizado no sábado (8/6) reuniu apenas artistas brasileiros em Ribeirão Preto

Gabriel Luccas - colaboração para a Gazeta de S.Paulo

Publicado em 09/06/2024 às 15:00

Atualizado em 09/06/2024 às 16:21

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A edição 2024 do Festival do João Rock, realizada no sábado em Ribeirão Preto / Gabriel Luccas

Rigorosamente ao mesmo tempo em que Pepeu Gomes solava no fim da apresentação dos Novos Baianos em um palco, Herbert Viana embalava outra multidão com os versos de "Aonde quer que eu vá" em outro.

A edição 2024 do Festival joão Rock, realizada no sábado em Ribeirão Preto, acertou em cheio ao escalar - às vezes simultaneamente - nomes pesados da MPB, do pop, do rap e do rock brasileiro em quatro palcos. Pecou, porém, na organização.

No Palco João Rock, o principal, frequentadores habituais de edições anteriores, como Pitty, Emicida e CPM 22 seguraram bem a energia dos mais jovens.

"É especial tocar para vocês nesta noite, em um festival que não paga pau para gringo", bradou Thiago Castanho, guitarrista do Charlie Brown Jr., que com Marcão comandou uma sequência de hits da icônica banda criada por Chorão.

Já no palco Brasil, o público de faixa etária um pouco maior pôde relembrar clássicos do 14 Bis, dos Novos Baianos, de Djavan. Ney Matogrosso foi outro a fazer um show impecável, se emocionando em diversas oportunidades com o público "Nunca vi isso tudo de uma vez", se espantou com a quantidade de gente em êxtase com a apresentação.

Imagens do Festival João Rock/Gabriel Luccas

O palco Aquarela ainda abrigou todos os sucessos de Marina Lima, reuniu os fãs de Maria Gadu e foi o cenário para Negra Li mandar suas rimas um pouco mais cedo.

Faltou organização 

Se acertou nos artistas, o festival deixou a desejar em alguns pontos. Multidões formavam (e desmanchavam) filas intermináveis para entrar nas arenas, sem qualquer orientação da organização. Estacionamentos lotados e mal sinalizados na chegada e fila interminável de carros na saída, com veículos plantados até 1 hora para deixar o local.

Também houve falha na entrada das pessoas, que muitas vezes sequer eram revistadas na chegada. Lá dentro, havia um posto que oferecia água potável gratuitamente, mas as poucas torneiras realmente disponíveis formavam filas gigantes e demoradas.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

EVENTO HISTÓRICO EM SP

Anderson Silva e Chael Sonnen lutam novamente, dessa vez com luvas de boxe

Luta acontecerá neste sábado, pelo Spaten Fight Night, em São Paulo

PROPOSTA DE TRANSFERÊNCIA

Vaza oferta oficial de clube inglês por Carlos Miguel, goleiro do Corinthians

Presidente do Timão havia negado a existência da oferta, que acabou sendo confirmada após publicação de jornalista

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter