X

Luto no jornalismo esportivo

Morre Silvio Luiz, narrador esportivo, aos 89 Anos

Dono dos bordões mais criativos e marcantes do jornalismo esportivo brasileiro, morreu hoje

Lara Madeira

Publicado em 16/05/2024 às 11:03

Atualizado em 16/05/2024 às 11:44

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Silvio Luiz faleceu nessa quinta-feira (16) / Reprodução

O narrador esportivo Silvio Luiz, dono de uma das vozes mais marcantes da história do rádio e da TV brasileira, faleceu nesta quinta-feira (16) aos 89 anos. Sua voz inconfundível e seus bordões marcaram a história do rádio e da TV brasileira. A informação foi confirmada pelo Hospital Oswaldo Cruz, onde ele estava internado desde o dia 8 de maio. Segundo o hospital, o narrador faleceu às 9h40, em decorrência de falência de múltiplos órgãos.

Carreira e bordões

Silvio Luiz ficou conhecido por frases como “Acerte o seu aí, que eu arredondo o meu aqui” e “Está valendo”. Sua maneira única de narrar atravessou gerações, deixando um legado no jornalismo esportivo. Entre seus bordões mais famosos, estão também “Olho no lance”, “Pelo amor dos meus filhinhos”, e “Foi, foi, foi, foi, foi ele!”. Muitos desses bordões foram imortalizados no jogo de videogame Pro Evolution Soccer (PES) e no aplicativo Waze.

AVC durante transmissão

No dia 7 de abril, durante a transmissão da final do Campeonato Paulista entre Palmeiras e Santos pela Record TV, Silvio sofreu um acidente vascular cerebral (AVC). Ele foi rapidamente socorrido e levado ao Hospital Oswaldo Cruz, onde permaneceu internado até seu falecimento.

Homenagens e legado

A notícia de sua morte foi confirmada por Cleber Machado, colega e também narrador, durante a transmissão de uma partida da Champions League no SBT. Nas redes sociais, diversas personalidades, incluindo o humorista Carioca, prestaram homenagens a Silvio Luiz. O humorista escreveu: "Descanse em paz meu ídolo, amigo, pai, companheiro de trabalho... Silvio te amarei pra sempre."

Vida pessoal e outros trabalhos

Silvio Luiz deixa a esposa Márcia e três filhos. Além de narrador, ele também se formou como árbitro de futebol e trabalhou como ator, participando de novelas na TV Record no final da década de 1980. Participou da transmissão de seis Copas do Mundo e nove Olimpíadas, além de apresentar programas esportivos no Grupo Bandeirantes, na Record, no SBT e na RedeTV!.

Repercussão

O apresentador Marcos Chiesa, conhecido como Bola, também lamentou a perda: "Que dia triste... Graças a Deus tive a oportunidade de falar pra você em vida a honra e o privilégio que tive em trabalhar ao seu lado."

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Parabéns Bertioga

Aniversário de Bertioga, neste fim de semana, terá show de Fábio Jr; veja programação

A entrada é gratuita, sendo opcional a doação de 1 kg de alimentos não perecíveis

Copa no Brasil

Brasil vence eleição e vai ser sede da Copa do Mundo de futebol feminino

País recebe o campeonato em 2027; eleição aconteceu durante o 74º Congresso da Fifa, em Bangcoc, na Tailândia

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter