Publicidade

X

Anexo

Polêmica encerrada

RICARDO

Publicado em 08/05/2019 às 16:56

Atualizado em 08/05/2019 às 17:01

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

reprodução/instagram

Aatriz Taís Araújo, 40, não vai mais viver nos cinemas a renomada cientista paulista Joana D'Arc Félix. A ideia inicial dela e do diretor, Alê Braga, de mostrar por meio de sua atuação a história da mulher pobre que virou PhD em Harvard (EUA), teve de ser abortada por conta de um descontentamento em comunidades, grupos e nas redes sociais. Pessoas alegaram que o tom de pele de Taís seria mais claro do que o da cientista, e que uma outra atriz mereceria o papel. Assim que Taís começou a se deparar com a polêmica logo viu que o que as pessoas diziam era o mais correto. "Quando eu li só falei que eles estavam cobertos de razão. Quando me dei conta do que acontecia eu nem desconfiei, eles estavam certos. Eu não seria a melhor pessoa", afirma Taís.

Surpresa. Fernando Zor, da dupla com Sorocaba, preparou uma surpresa romântica para Maiara. Juntos publicamente desde março, o músico encheu a sua casa de pássaros de papel e flores, da garagem até o quarto, para pedir a cantora em namoro -passarinho é o apelido romântico usado pelo casal. Fernando mostrou os preparativos da surpresa e a reação de Maiara em vídeos publicados em sua rede social. "São 3h30 da manhã, acabei de chegar em casa e resolvi aprontar mais uma com a Passarinho. Essa é a melhor de todas. Acho que ela vai ter um infarto. Ela vai chegar às 8h aqui em casa", diz ele. Em outro trecho, ele mostra a garagem do prédio repleta de pássaros de papel e comenta: "Imagina o que os vizinhos vão achar. Vão ver esse tanto de passarinho na parede. O que será que vai passar na cabeça dela?" Maiara aparece bastante emocionada nos vídeos. Ela também publicou a surpresa em sua rede e escreveu a resposta ao pedido de namoro: "Sim!!!! Sim!!!! Sim!!! Mil vezes Sim!!! Meu namorado lindo... Você é o homem que pedi para Deus".

Madrinha do samba. Em vez de missa, familiares e amigos de Beth Carvalho organizam um samba de 7º dia nesta terça-feira (7), às 17h33, hora da morte da cantora, no Circo Voador, espaço cultural tradicional na Lapa, no Rio de Janeiro. "Um dia de paz, de música, de samba, de poesia, de oração, de resistência, de amor", diz o texto de divulgação do evento, que tem entrada gratuita, no Instagram oficial da cantora. Beth Carvalho morreu no dia 30 de abril, aos 72 anos, no Rio de Janeiro, vítima de infecção generalizada. A madrinha do samba, intérprete de canções como "Andança" e "Coisinha do Pai", estava internada no Hospital Pró-Cardíaco desde o dia 8 de janeiro. (FP)

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CASOS EM ALTA

Dengue: grávidas e bebês podem usar repelentes?

Na busca por proteção, a procura por repelentes aumentou nas farmácias de todo o País; dermatologista orienta sobre o uso

DRAMA ALVINEGRO

Corinthians perde para a Ponte Preta em Itaquera e vê vaga se distanciar

Iago Dias abriu o placar aos cinco minutos para a Ponte Preta; Corinthians finaliza 26 vezes, mas não consegue balançar as redes

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter