X

Pós-BBB

Scooby e P.A. falam sobre dificuldade em ver família após o BBB

O surfista Pedro Scooby e o velocista Paulo André participaram do podcast Podpah nesta quarta-feira (18), para comentar sobre a vida pós-BBB

FOLHAPRESS

Publicado em 19/05/2022 às 12:49

Atualizado em 19/05/2022 às 12:58

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Paulo André e Pedro Scooby / Divulgação Globo

 Amigos inseparáveis na casa mais vigiada do Brasil, o surfista Pedro Scooby e o velocista Paulo André participaram do podcast Podpah nesta quarta-feira (18), para comentar sobre a vida pós-BBB e os compromissos que surgiram com o Big Brother Brasil 22 (Globo).

"É uma correria muito louca o dia inteiro e o Scooby então que tem que fazer essa ponte entre Brasil e Portugal", comentou P.A., que recentemente começou sua carreira como modelo. O atleta chegou a comentar que conseguiu ficar apenas dois dias no Espírito Santo, onde sua família mora.

O surfista então disse que está tendo dificuldades para ver os filhos. Scooby ficou apenas três dias em Portugal, onde moram seus três filhos, Bem e os gêmeos Dom e Liz. As crianças vivem com a mãe, a atriz Luana Piovani, e durante o reality show Piovani contou com a ajuda de Cintia Dicker para cuidar dos filhos.

Além disso, Scooby também comentou sobre estar conseguindo voltar a treinar apenas agora. "Estou tentando voltar a treinar, então assim, nos tempos que dá", explicou o ex-BBB. Ele chegou a comentar no Encontro com Fátima Bernardes que iria começar os preparos físicos até o mês de agosto.

O atleta afirmou que decidiu aceitar o convite para o reality porque estava em uma fase boa de sua carreira, e acreditou que seria uma boa hora para entrar no programa. Ele ainda revelou que esta foi a segunda vez que recebeu o convite.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nasceu em julho ou agosto?

Caixa libera abono do PIS/PASEP para trabalhadores nascidos em julho e agosto

Governo deve liberar R$ 4,5 bilhões para os benefícios, sendo R$ 3,9 bilhões para o PIS e R$ 613 milhões para o PASEP

Delação Premiada

Caso Marielle: STF julga esta terça denúncia dos mandantes envolvidos no crime

Ministros vão decidir se os suspeitos se tornarão réus por homicídio e organização criminosa; acusados estão presos desde março

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter