Publicidade

X

Treta

Taylor Swift ainda espera desculpas de Kim Kardashian por áudio de Kanye West

De acordo com o site TMZ, Kim nunca se retratou e Taylor já acenou entre os mais próximos que aceitaria um pedido de desculpas da empresária

Folhapress

Publicado em 07/12/2023 às 21:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Os desentendimentos entre Kanye e Taylor começaram em 2009, quando o rapper interrompeu a loira enquanto ela recebia o prêmio de 'Clipe do Ano' / Agnews

Ainda rende a confusão envolvendo Taylor Swift e Kim Kardashian. A cantora ainda aguarda o pedido de desculpas da socialite e do ex-marido dela, Kanye West, pelo vazamento do áudio de uma conversa entre a intérprete de "Cruel Summer" e o rapper. Além disso, outra gravação envolvendo a dupla também se tornou pública, quando West chamou Taylor de "vadia" em uma música.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

De acordo com o site TMZ, Kim nunca se retratou e Taylor já acenou entre os mais próximos que aceitaria um pedido de desculpas da empresária mesmo depois de tantos anos. Mas, sob uma condição: isso teria que ser feito publicamente.

Em entrevista à revista Time, que a elegeu com a pessoa do ano, Taylor relembrou sua briga com Kanye West e Kim Kardashian em 2016, e disse que o episódio pareceu uma "morte na carreira". A cantora classificou de "armação completamente fabricada" a ligação gravada por Kim Kardashian. "Ela editou e depois divulgou para dizer a todos que eu era uma mentirosa", começou a cantora.

Taylor, então, continuou o relato do episódio que abalou o seu psicológico por anos. "Me mudei para outro país. Fiquei um ano sem sair de uma casa alugada porque tinha medo de receber ligações. Afastei a maioria das pessoas na minha vida porque não confiava mais em ninguém. Eu caí muito forte", contou.

Os desentendimentos entre Kanye e Taylor começaram em 2009, quando o rapper interrompeu a loira enquanto ela recebia o prêmio de "Clipe do Ano", no VMA da MTV. Na ocasião, o cantor arrancou o microfone da mão dela e disparou: "Taylor, estou feliz por você e vou deixar você continuar, mas a Beyoncé fez um dos melhores clipes de todos os tempos!".

Em 2016, Kanye lançou a música "Famous", em que citou diretamente o nome de Swift e ainda afirmou: "Eu sinto que eu e a Taylor Swift ainda vamos fazer sexo / Por quê? Eu fiz aquela vadia famosa". Quando lançada, a canção causou furor entre as estrelas de Hollywood.

Em defesa do marido, Kim publicou um clipe editado da conversa entre os cantores, alegando que Taylor estava ciente e de acordo com o conteúdo da música. Em março de 2020, no entanto, a versão completa da gravação vazou e, em nenhum momento, West teria avisado a colega de profissão sobre o uso da palavra "vadia" na canção.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

VIAGENS E PREPARATIVOS

Veja 9 países onde o brasileiro não precisa de passaporte

Pessoas portadora do RG (Registro Geral) podem usar ele para entrar em países sem a necessidade do passaporte; confira lista

ÁGUA NA BOCA

Não sabe qual sobremesa fazer na Páscoa? confira 4 receitas fáceis de fazer

Cozinheiro deu 4 dicas de receitas de sobremesas para fazer no domingo de Páscoa; confira nesta reportagem da Gazeta

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter