X

ENTRETENIMENTO

Veja dicas da semana em filmes, séries e documentários

Acompanhe dicas de filmes, séries e séries documentais a partir da análise de Kreitlon Pereira, da Coluna Via Streaming

Kreitlon Pereira

Publicado em 09/07/2024 às 17:05

Atualizado em 09/07/2024 às 17:46

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Cena de 'O retorno de Simone Biles' / Divulgação

Nesta seleção de atrações, Kreitlon Pereira, da Coluna Via Streaming, revela dicas de filmes, séries e séries documentais para assistir diretamente dos streamings. Veja.

Rumo a Paris

Os Jogos Olímpicos são o maior evento esportivo do mundo, tendo sua origem desde o período da Grécia Antiga, na cidade de Olímpia. Hoje em dia, as Olimpíadas são realizadas de quatro em quatro anos e renuem países de todos os cinco continentes para competirem em diversas modalidades esportivas.  Em 2024, os jogos irão acontecer em Paris, na França, do dia 26 de julho até o dia 11 de agosto. Com a proximidade do evento, a Netflix anunciou uma parceria com o Comitê Olímpico Internacional (COI) para a produção de três documentários esportivos originais da plataforma.

Um deles, que chega no serviço de streaming no dia 17 de julho, será “O Retorno de Simone Biles”. A atleta norte-americana de 27 anos é considerada uma das maiores ginastas de todos os tempos, tendo ganhado maior notoriedade do público geral depois do seu desempenho espetacular nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Dominando o cenário da ginástica atual, as Olimpíadas de Tóquio marcaram um capítulo desafiador na carreira da atleta, que decidiu se afastar da competição por problemas de saúde mental. A decisão foi um choque para todos, que tinham grandes expectativas sobre o desempenho de Biles, mas, ao mesmo tempo, trouxe à tona discussões sobre a importância da saúde mental no esporte.

Cena de 'O retorno de Simone Biles'Divulgação

O documentário pretende acompanhar Simone em sua jornada de volta à ginástica, depois de Tóquio 2020, e preparação para as olimpíadas de Paris. A produção vai mostrar a importância de suas companheiras de equipe, seus treinadores e sua família no retorno da atleta, que chegou a cogitar desistir do esporte. Por conta disso, ao longo dos quatro episódios da série documental, também serão exploradas outras esferas da vida de Biles, como seu casamento, personalidade e vida em família, fornecendo um vislumbre de seu dia a dia fora das competições.  

'Crescendo juntas'

Cerca de três décadas depois do lançamento do livro “Crescendo Juntas”, da autora norte-americana Judy Blume, foi feito a adaptação da obra para o cinema. Com o mesmo título da história original, o filme foi dirigido por Kelly Fremon Craig, cineasta que, desde o seu trabalho em “Quase 18”, vem se mostrando uma especialista em tramas sobre amadurecimento e a juventude, a partir de um olhar feminimo. Em “Crescendo Juntas”, essas questões são abordadas através de 3 mulheres de diferentes gerações de uma mesma família, mostrando como que

Disponível na Max e na Amazon Prime Vídeo, o longa tem como protagonista a personagem Margaret (Abby Ryder Forston), uma menina de 11 anos que precisa lidar com a mudança de sua família para o subúrbio de Nova Iorque. A mudança geográfica é quase um prelúdio para todas as mudanças que Margaret passará ao longo da história. Ao chegar na cidade nova, a protagonista logo é convidada para participar do grupo de amigas de sua vizinha. Porém, para fazer parte, precisava usar sutiã. Junto das amigas, a protagonista especula e anseia pelas mudanças características da puberdade.

SérieCena de 'Crescendo juntas'/Divulgação

Além disso, uma questão muito importante na vida de Margaret é a religião. Apesar de sua mãe Barbara (Rachel MacAdams) ser cristã e seu pai Herb (Benny Safdie) ser judeu, a personagem não possui afinidade com nenhuma das duas religiões, mas acredita em Deus e reza da sua maneira. Porém, essa situação deixa Margaret desconfortável, pois acredita que precisa escolher alguma crença. Assim, irá pesquisar sobre todas as religiões para um trabalho de escola, contando com a ajuda de sua avó paterna, que ama a neta mais gostaria que ela seguisse o Judaísmo. Ao mesmo tempo, o filme também aborda os dilemas da mãe de Margaret, que brigou com os pais para se casar com Herb. No filme, a mudança de cidade vai causar um grande impacto nas três mulheres.

Tudo em família

Com o objetivo de fazer um retrato da família brasileira, a nova série de comédia da Amazon Prime Video se chama “Toda Família Tem” e chega na plataforma de streaming no dia 12 de julho. Além do aspecto cômico, muito presente nas produções nacionais que atingem o maior sucesso de público, o original também aborda alguns dilemas de fácil identificação, como questões de convivência, problemas geracionais e o apoio incondicional de familiares nas situações difíceis da vida. Por isso, apesar dos seus personagens passarem por situações bastante peculiares, ao mesmo tempo, elas são familiares, tornando o projeto muito interessante.

Toda Família Tem'Toda família tem' é a nova série de comédia da Amazon Prime

A série tem como protagonista o jovem Pê (Pedro Ottini), um menino de 19 anos que tem uma vida repleta de privilégios em São Paulo – o autointitulado “playboy”. Porém, a sua realidade irá mudar drasticamente quando o seu padrasto perde o emprego. Por conta disso, Pê e sua família vão se mudar para a casa de sua avó Geni (Solange Couto), no Rio de Janeiro. Lá, os personagens irão ter que lidar com as diversas regras de convivência da matriarca, além de enfrentar problemas da própria casa, que já é antiga, como a falta de espaço.

Para piorar a situação de Pê, suas irmãs Paty e Pietra têm como maior diversão implicar com o irmão, que está sempre em desvantagem numérica. Além dos três, uma presença constante na casa é o irmão mais velho dos três, o P.H., e seu filho Marcelinho, que não moram com eles, mas estão sempre por lá, principalmente na hora das refeições. Em meio a todo esse caos de família, a mãe e o padrasto de Pê ainda estão vivendo uma espécie de “crise da meia idade”, que irá colocá-los em situações inusitadas e divertidas. “Toda Família Tem” é uma comédia leve e de fácil identificação, que pretende emocionar o público com isso. 

Para entrar em contato com o autor: [email protected]

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

tráfico de drogas

Polícia Militar faz grande apreensão de drogas na zona sul de SP

Agentes apreenderam 524 porções de maconha, 253 pinos de cocaína, 213 pedras de crack, 34 porções de haxixe e um aparelho celular

Automotor

Conheça o Territory: SUV médio da Ford

Com apenas nove meses no mercado, o modelo novo do Territory já tornou-se mais fácil de encontrar nas ruas brasileiras

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter