X

ATUAL CAMPEÃ

Zeca Pagodinho será enredo da Grande Rio no Carnaval de 2023

A confirmação foi feita pela assessoria de imprensa da escola, que um pouco antes já havia dado pistas em uma rede social: "Já colocaram para gelar? ", postou a Grande Rio

Matheus Herbert

Publicado em 04/05/2022 às 17:24

Atualizado em 04/05/2022 às 18:52

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A atual campeã do Carnaval do Rio de Janeiro, Grande Rio, trará um enredo de peso para o próximo ano: Zeca Pagodinho / Divulgação/Instagram

A atual campeã do Carnaval do Rio de Janeiro, Grande Rio, trará um enredo de peso para o próximo ano: Zeca Pagodinho. O cantor, apesar de portelense, é grande amigo de integrantes da escola e já desfilou pela Grande Rio em 2007, no enredo que falava sobre o município de Caxias. Era, inclusive, citado no samba.


A confirmação foi feita pela assessoria de imprensa da escola, que um pouco antes já havia dado pistas em uma rede social. "Já colocaram para gelar?", postou a Grande Rio, brincando com a fama do sambista – assumida com orgulho por ele – de bebedor de cerveja.

 

 


Posteriormente, a escola divulgou outro texto, dizendo que o enredo vai homenagear o "universo musical" de Zeca. O texto conta com informações do “G1”. 

 

 


"Agora, sim, é oficial! O enredo da Grande Rio para o carnaval de 2023 irá reverenciar o universo musical de Zeca Pagodinho, artista cuja obra é um olhar para os subúrbios, a “velha Baixada”, as festas de rua, a religiosidade popular. A ideia da homenagem partiu dos carnavalescos Gabriel Haddad e Leonardo Bora, que, juntamente com a sua equipe de criação, já estão desenvolvendo a narrativa e o visual do próximo desfile. Para eles, falar de Zeca é falar de um Rio de Janeiro não-oficial e de uma cidade de Duque de Caxias que tem orgulho de suas memórias".


Histórico 


Conforme informou o jornalista Ancelmo Gois, a ideia de reverenciar Zeca partiu dos carnavalescos Gabriel Haddad e Leonardo Bora, que, juntamente com a sua equipe de criação, já estão desenvolvendo a narrativa e o visual do próximo desfile.


Natural de Irajá, na zona norte do Rio, Zeca tem enorme identificação com Duque de Caxias, local que fica a Grande Rio, e a Baixada Fluminense de um modo geral.  No distrito de Xerém, o artista tem um sítio onde costuma gravar apresentações e receber diversas personalidades da música no auge dos seus 63 anos.


Atual campeã 


Com enredo sobre o orixá Exú, a Acadêmicos do Grande Rio se sagrou campeã do Carnaval carioca e conquistou o primeiro título de sua história. No último Carnaval, em 2020, a escola chegou muito perto do título, mas perdeu para a Viradouro nos critérios de desempate. A agremiação quebrou um jejum de 34 anos. 


Neste ano, não teve quem parasse a escola de Caxias e a agremiação se tornou a grande campeã do Carnaval com um desfile considerado impecável.

A Grande Rio venceu o Carnaval carioca em 2022; desfile foi considerado impecável

Penúltima escola a entrar na avenida, a Grande Rio veio disposta a celebrar a potência de Exú e subverter a crença segundo a qual o orixá seria uma figura maligna, visão que é fruto da intolerância religiosa.


O que se viu na Marquês de Sapucaí foi um cortejo exuberante e cheio de simbolismo. A escola surpreendeu já na comissão de frente, que trazia como destaque o ator Demerson D'alvaro personificando Exú.


Na avenida, o artista se agarrava a um grande globo vermelho -representando a Terra- no qual havia quatro oferendas. Ao chegar ao topo, Exú se deliciava com os alimentos e gargalhava a plenos pulmões.


A Grande Rio também conseguiu traduzir na avenida todo o dinamismo de Exú, entidade que representa a mudança, a comunicação e o movimento. Exú, portanto, tem muitas faces. Foi pensando nisso que os carnavalescos Leonardo Bora e Gabriel Haddad decidiram colocar na avenida o orixá com múltiplas representações.


No sambódromo, havia Exu Caboclo, Exu Mirim, Exu feito Santo Antônio, Exu Bossa Nova, Exu Macunaíma. Embora fossem muitas, essas representações tinham em comum o tom vibrante e festivo que o Carnaval e o próprio Exú simbolizam.
 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CARRO DE LUXO E EMBRIAGUEZ

Motorista com sinais de embriaguez atropela e mata criança no interior

Motorista dirigia uma BMW no acidente; sujeito foi preso preventivamente

Lote Alto Tietê

Audiência confirma construção de estação de trem em Mogi das Cruzes até 2030

Na última sexta, ocorreu a última audiência pública para discutir detalhes da concessão das linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade da CPTM

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter