últimas notícias
Ford Ka 1.0 Freestyle
Ford Ka 1.0 Freestyle
Foto: Luiza Kreitlon/Agência AutoMotrix

Na trilha do fetiche

A demanda por utilitários esportivos e veículos com estética aventureira não para de crescer. Para atender esses consumidores, as marcas investem em veículos com essas características. No caso da Ford, seu modelo mais vendido, o compacto Ka, expressa bem essa tendência. A marca resolveu ampliar a oferta dessa configuração aventureira do Ka com o lançamento da versão 1.0 Flex de 85 cavalos - a configuração 1.5 passou a ser oferecida somente com câmbio automático de seis marchas. Oferecida por R$ 56.690, o Ka Freestyle com motor 1.0 amplia a abrangência da Ford na faixa de entrada do segmento de hatches aventureiros.

O preço não chega a ser barato para um modelo com motor 1.0, mas a Ford colocou no Ka 1.0 Freestyle quase tudo que faz brilhar os olhos dos consumidores desse segmento. Lá estão a grade dianteira cinza do tipo colmeia, faróis com máscara negra, piscas integrados nos retrovisores, aplique inferior em prata nos para-choques e moldura em preto fosco no contorno da carroceria. O rack de teto é funcional e tem capacidade para 50 quilos. A Ford tratou também de enrijecer a estrutura, reforçou o monobloco e a suspensão, com a adoção de uma barra estabilizadora mais grossa, além de receber amortecedores e molas 30% mais resistentes na traseira e amortecedor com limitador hidráulico na frente. A nova versão adota rodas e pneus de perfil maior, 185/60 R15.

Por dentro, o Ka 1.0 Freestyle tem painéis internos em preto e marrom. Os bancos revestidos em couro e tecido trazem duas faixas em tom mais claro no centro e nas costuras aparentes. A central multimídia Sync agora é da geração 2.5, identificada pela tela menor de sete polegadas. Não traz GPS interno, mas tem recursos de comandos de voz, conexão com Android Auto e Apple CarPlay e pode espelhar Waze ou Google Maps. Permanecem de série o sensor traseiro, o controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa e a direção elétrica progressiva com sistema que reduz a transferência de torque para o volante e controla desvios provocados por ventos laterais ou desníveis no piso. O FreeStyle 1.0 é equipado com um sistema de proteção anticapotamento com sensor de deriva, que estima a rolagem da carroceria em função da aceleração lateral e, se necessário, aciona os freios individualmente e reduz a potência do motor para garantir a segurança.

Principal novidade da versão, o motor 1.0 tricilíndrico TiVCT Flex entrega 85 cavalos com etanol e 80 com gasolina. Ainda não há índices oficiais do Inmetro para a versão, mas esta mesma motorização na versão SE obteve notas A na categoria e B no geral, com consumo de 9,2/13,4 km/l na cidade e 10,7/15,5 km/l na estrada, com etanol/gasolina.

Com esta versão 1.0 Freestyle, a Ford elevou o nível de seu modelo de entrada ao incorporar equipamentos pouco usuais no segmento, como controles de estabilidade e tração, auxílio para partida em rampa, sensor de estacionamento traseiro e sistema isofix. A nova versão traz uma significativa melhora nos materiais empregados e no acabamento interno. O revestimento dos bancos, que mistura tecido e couro, dá certa classe ao carro.

O Ka 1.0 Freestyle é bastante fácil de interagir. O volante multifuncional permite comandar a central multimídia e o controle de cruzeiro. O porta-malas de 257 litros pode não ser dos maiores, mas os tapetes do porta-malas são de borracha e com formato de bandeja, o que facilita muito a limpeza. (Luiz Humberto Monteiro Pereira/Agência AutoMotrix)

 

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta