últimas notícias
Honda CB 250F Twister 2020
Honda CB 250F Twister 2020
Foto: Divulgação

Ilusões de óptica

As Honda NXR 160 Bros, XRE 190 e CB Twister ganham ares de novos produtos

No Salão Duas Rodas, foi anunciado que três modelos populares da Honda ganharão versões com grafismos e cores exclusivos, os modelos NXR 160 Bros, XRE 190 e CB Twister. A CB 250F é uma street pura, urbana por excelência, mas capaz de en carar não só ruas e avenidas, como também estradas. Essa característica versátil e múltipla se reflete na proposta "Special Edition", que mescla as cores azul escuro e laranja em faixas que transmitem mais esportividade e reforçam a cilindrada "250" estampada no tanque. O motor permanece o monocilíndrico 4T arrefecido a ar de 249,5 cm³, que conta com cabeçote OHC - Overhead Camshaft - de quatro válvulas, alimentado pela injeção eletrônica de combustível PGM-FI - Programmed Fuel Injection.

Já no modelo XRE 190, a aptidão para atuar em um cenário trail urbano - meio estradeira, meio aventureira - mereceu atenção especial. Trocou seu aspecto "sisudo" por linhas que transmitem melhor a inspiração adventure da família XRE. O motor é o mesmo, de um cilindro e duplo comando de válvulas no cabeçote de 291,6 cm³, arrefecido a ar e alimentado pelo sistema de injeção eletrônica PGM-FI, que pode ser alimentado com gasolina e etanol em qualquer proporção. Os 25,4 cavalos a 7.500 rpm e o torque de 2,76 kgfm a 6 mil rpm com gasolina (25,6 cavalos e 2,8 kgfm com etanol) são suficientes para levar a moto em qualquer condição.

Quanto à NXR 160 Bros, porta de entrada entre as trail da marca, coube ao time da HRB (Honda Research Brazil) quebrar o paradigma por um novo visual, misturando a multifunção e versatilidade do modelo com um estilo inspirado nas CRFs de competição. Com predominância da cor vermelha, a motocicleta revela linhas mais esportivas e atraentes. Outro ponto forte da NXR 160 Bros é o conhecido motor monocilíndrico arrefecido a ar de quatro tempos, com comando único de válvulas no cabeçote (OHC - Overhead Camshaft) que trabalha com balancins roletados. Equipado com partida elétrica e alimentado pelo sistema de injeção de combustível PGM-FI (Programmed Fuel Injection) FlexOne, permite o uso de etanol e gasolina em proporções variadas. Com 162,7 cm³, tem potência máxima de 14,7 cavalos com etanol (14,5 cavalos com gasolina) a 8.500 rpm. O torque máximo é de 1,60 kgfm com etanol (1,46 kgfm com gasolina) a 5.500 rpm. O câmbio tem 5 velocidades.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta