últimas notícias
O Volkswagen T-Cross é o utilitário esportivo da marca alemã
O Volkswagen T-Cross é o utilitário esportivo da marca alemã
Foto: Divulgação

Retrospectiva 2019

Em ano movimentado, novos automóveis e versões ganharam as ruas brasileiras; os híbridos e 100% elétricos também marcaram presença

Entre as fabricantes mais tradicionais instaladas no Brasil, todas mostraram novidades em 2019, a começar pela Volkswagen. A marca alemã finalmente lançou, em fevereiro, seu primeiro SUV nacional, o T-Cross. Outras inovações importantes deste ano entre os SUVs foram a versão Touring do Honda HR-V e a Sierra do Suzuki Jimny. Em outro segmento também bastante disputado, o das picapes, a principal novidade ficou por conta da linha 2020 da Ford Ranger.

Os automóveis híbridos e 100% elétricos também marcaram presença. A Nissan apresentou aos brasileiros o Leaf. Dois dos mais importantes lançamentos do ano vieram com a segunda geração de dois campeões nacionais de emplacamentos: o Chevrolet Onix e o HB20, o projeto brasileiro da Hyundai. A Fiat contra-atacou o Argo Trekking. A Renault veio com um "facelift" e introduziu um câmbio CVT na linha Sandero. Já entre os sedãs médios, o maior destaque foi o Toyota Corolla 2020, que chegou com um visual renovado e uma inédita versão híbrida. Veja as novidades abaixo.

Volkswagen T-Cross

Com preços de R$ 84.990 a R$ 109.990, o utilitário esportivo da Volkswagen tem exclusivamente motores TSI, que combinam injeção direta de combustível e turbocompressor.

Honda HR-V Touring 2020

A linha 2020 do HR-V trouxe o motor 1.5 turbo de 173 cavalos a gasolina. Oferecido por R$ 139.900, o HR-V Touring passou a disputar com os SUVs médios.

Ford Ranger 2020

A picape manteve os dois motores a diesel da família Duratorq, o 3.2 de cinco cilindros, com 200 cavalos, e o 2.2, de 160 cavalos. Os preços vão de R$ 128.250 a R$ 188.990 da Limited 3.2 4x4 automática.

Nissan Leaf

O novo elétrico é vendido em versão única, com preço de R$ 195 mil. A nova geração oferece maior eficiência energética com autonomia de 240 quilômetros no ciclo americano.

Macaque in the trees
O elétrico Nissan Leaf oferece mais autonomia energética

Renault Sandero 2020

O hatch compacto passou por uma reestilização específica para o mercado brasileiro, reforçando a segurança e o conforto dos passageiros e abandonando o câmbio automatizado em favor de um legítimo automático do tipo CVT.

Toyota Corolla 2020

O Corolla passou por um "upgrade" de verdade, apostando no desenvolvimento de duas motorizações: uma flex 2.0 Dynamic Force e outra híbrida, que combina dois motores elétricos e um 1.8 bicombustível.

Fiat Argo Trekking

O novo representante da linhagem aventureira tem motor 1.3 e câmbio manual, ou outra opção com transmissão automática de 6 marchas, rodas de liga leve de 15 polegadas e câmera de ré.

Chevrolet Onix e Onix Plus 2020

Um 1.0 flex de três cilindros equipa os modelos de entrada, associado ao câmbio manual de 5 marchas. As configurações mais sofisticadas têm caixa automática de 6 velocidades.

Macaque in the trees
Os Chevrolet Onix e Onix Plus vêm também com motor 1.0 e cãmbios manual ou automático

Hyundai HB20 2020

Entre o HB20, o HB20S (sedã) e o HB20X (aventureiro), a linha compacta da Hyundai engloba 22 configurações. Os preços partem de R$ 46.690 na versão de entrada do hatch 1.0 12V Flex Sense com câmbio manual de 5 marchas.

Suzuki Jimny Sierra

Importado do Japão, com preços de R$ 103.990 a R$ 122.990, tem motor 1,5 litro a gasolina e apresenta a inédita opção de transmissão automática de 4 marchas.

Galeria de Fotos

Tops da Gazeta