últimas notícias

Automotor

O modelo tem alerta de ponto cego e monitoramento de pneus
O modelo tem alerta de ponto cego e monitoramento de pneus
Foto: Divulgação

Disposto a brigar

Com chegada prevista para 23 de março, o novo Tracker, produzido em São Caetano do Sul, vem totalmente reestilizado e com motor turbo inédito

A Chevrolet oferecerá seis versões do novo Tracker, três equipadas com o motor 1.0 turbo de 116 cavalos de potência a 5.500 rotações por minuto, já utilizado na segunda geração da família Onix. Apenas uma das versões 1.0 terá câmbio manual de 6 marchas, enquanto as demais serão equipadas com a transmissão automática de 6 velocidades.

Macaque in the trees
O novo Tracker tem linhas mais angulosas e é levemente mais longo que o modelo anterior

O Tracker brasileiro é todo novo, com linhas esportivas e mais angulosas e comprimento de 4,27 metros (ante 4,25 metros do anterior). A GM aposta forte na conectividade com o novo Tracker, com o multimídia MyLink de 8 polegadas e acesso à internet de alta velocidade, espelhamento com Apple CarPlar e Android Auto, duas conexões USB para os passageiros de trás e o exclusivo OnStar.

No quesito segurança, o SUV da Chevrolet tem dois airbags na frente (obrigatórios), dois laterais e mais dois de cortina, de série em todas as versões, assim como o alerta de colisão frontal com frenagem automática de emergência, o alerta de ponto cego e o sistema de monitoramento de pressão dos pneus. No conforto, o ar-condicionado digital automático e o sensor de chuva e crepuscular são oferecidos na Premier, que conta ainda com o sistema de estacionamento automático Easy Park. As versões mais baratas são equipadas com rodas de 16 polegadas (de aço ou de liga leve, na LT) e pneus 215/60. A LTZ e a Premier têm rodas de liga de alumínio aro 17 polegadas e pneus 215/55.

A versão 1.0 com câmbio manual traz seis airbags, alarme, assistente de partida em rampas, controles de tração e estabilidade, faróis e lanterna de neblina, indicador de vida útil do óleo, luz de condução diurna, regulagem de altura dos faróis, fixação de cadeiras infantis, freios ABS, ar-condicionado, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, computador de bordo com informações de viagem, do veículo e consumo, direção elétrica, espelhos externos elétricos em preto, travas elétricas, vidros elétricos com acionamento tipo um toque e anti-esmagamento, banco traseiro bipartido, painel de instrumentos com tela de 3,5 polegadas, volante com comandos de som e conexão 4G a bordo.

Macaque in the trees
O Chevrolet tracker vem com faróis e lanterna de neblina

A 1.0 LT acrescenta câmbio automático de 6 marchas com opção de trocas manuais, grade frontal com detalhes cromados, espelhos e maçanetas externos na cor do carro, rack do teto em prata, câmera de ré, piloto automático, abertura de portas com chave presencial, partida por botão e start-stop (mesmos itens encontrados na 1.2). A LTZ soma grade frontal cromada, maçanetas e retrovisores na cor do carroceria, rack do teto em prata, câmera de ré, abertura de portas com chave presencial, partida por botão, alerta de ponto cego, rodas de 17 polegadas, sensor de luz e de chuva, volante esportivo em couro com comandos de som e bancos em tecido e couro.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta