últimas notícias
O novo Peugeot 208 chega no segundo semestre ao Brasil
O novo Peugeot 208 chega no segundo semestre ao Brasil
Foto: Divulgação

Filhotes de leão

Nova geração do Peugeot 208 deve desembarcar no Brasil em setembro, com a chegada da versão elétrica prevista para 2021, e vem com o i-Cockpit 3D

O novo Peugeot 208 virá para o Brasil inclusive com a configuração elétrica do modelo francês, com desembarque previsto para 2021. Entre as inovações do 208 está o i-Cockpit 3D, com destaque para as telas do painel equipadas com exclusiva tecnologia holográfica, em três dimensões, para que algumas informações sobre a condução do veículo sejam projetadas em destaque à frente do visor principal. O painel ainda conta com cinco modos de visualização, sendo dois deles completamente personalizáveis de acordo com a preferência do condutor.

Macaque in the trees
O motor 1.6 vem ao Brasil com quatro configurações diferentes

Sempre partindo do conforto e da ergonomia como premissa, pode-se descrever o i-Cockpit 3D em quatro componentes principais: o volante pequeno, para otimizar a manobrabilidade, o painel de instrumentos elevado contribuindo para o conforto e a segurança do motorista, pois evita desviar significativamente a visão da estrada, a tela "touchscreen" na ponta dos dedos e na linha de visão do sujeito instalado atrás da direção e uma série de teclas de alternância que permitem acesso direto às principais funções do veículo.

A estreia no Brasil do 208 acontecerá no segundo semestre deste ano. Inicialmente, será vendida apenas a versão empurrada pelo motor 1.6 aspirado de 118 cavalos, um antigo conhecido no país, em quatro configurações: Like, Active, Allure e Griffe, com opção de câmbio manual de 5 marchas ou automático de 6 velocidades. O 1.2 aspirado de três cilindros, com 90 cavalos de potência e torque de 13 kgfm abastecido com etanol, que movia o 208 feito em Porto Real, era importado, ficando complicado para a fabricante oferecer uma versão de entrada com preço competitivo com essa motorização. O mesmo problema atinge o 1.2 turbo Puretech - a maior novidade do carro na Europa - com até 130 cavalos, que chegará em um segundo momento na versão topo de gama GT Line. Um caminho para driblar essa dificuldade seria a Peugeot começar a produzir esse motor no Brasil.

Macaque in the trees
A novidade é o i-Cockpit 3D, com tecnologia holográfica

Por fim, a versão 100% elétrica, a e-208, está confirmada para estar no catálogo da marca em território nacional mas só a partir do próximo ano, importada da França. O motor síncrono de ímã permanente desenvolve 136 cavalos de potência e 26,5 kgfm de torque instantâneo, girando até 14 mil rotações por minuto. Segundo a Peugeot, o e-208 acelera de zero a 100 km/h em 8,1 segundos e pode atingir a velocidade máxima de 150 km/h, limitada eletronicamente.

Macaque in the trees
O i-Cockpit traz informações holográficas projetadas no visor

Baseado em uma plataforma inédita, a e-CMP, o Peugeot 208 elétrico tem baterias localizadas sob o assoalho do carro, reduzindo o centro de gravidade e aumentando o prazer de dirigir. Uma bateria de íons de lítio de 50 kWh permite uma autonomia de 340 quilômetros com uma única carga no padrão WLTP. Com isso, ele tem uma autonomia de sobra para percorrer uma jornada diária urbana e enfrentar uma viagem não muito longa de fim de semana. O tempo de carregamento do e-208 varia de um máximo de 16 horas em uma tomada comum a até um mínimo de 30 minutos para ter 80% de carga conectada a uma estação de 100 kW. Existem ainda dois tipos diferentes de wallbox disponíveis: 7,4 kW monofásicos para oito horas completas e 11 kW trifásicos para cinco horas e 15 minutos de tempo de espera.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta