últimas notícias
Yamaha MT-03 ABS 2021
Yamaha MT-03 ABS 2021
Foto: fotos: Divulgação

Princípio evolutivo

A Yamaha MT-03 ABS 2021 é alinhada com o desejo de quem valoriza visual diferenciado

De janeiro a agosto, a Yamaha vendeu 3.874 unidades da MT-03 ABS, ante 1.516 da Honda CB 500F, sua principal concorrente. Apesar dessa supremacia comercial, a marca dos três diapasões quer ampliar ainda mais a vantagem. A versão 2021 do menor modelo da linha MT chega com várias melhorias estéticas e ciclísticas. Estará disponível em três opções de cores: cinza fosco (Ice Fluo), azul metálico (Racing Blue) e preto metálico (Midinight Black). O preço público sugerido é a partir de R$ 25.490, um aumento de 3,5% em relação à versão anterior. Como diferencial, a nova MT-03 conta com quatro anos de garantia e revisão com preço fixo.

A MT-03 traz novo para-lama dianteiro, suspensão dianteira invertida, entradas de ar posicionadas à frente do tanque, conjunto óptico com "day light" e canhão de luz. As luzes de direção também são de led e o painel multifuncional é 100% digital. A suspensão traseira foi recalibrada e a rabeta perdeu as alças laterais que ficavam expostas.

Macaque in the trees
A MT-03 ABS 2021 vem com várias melhorias estéticas e ciclísticas, como novas cores, suspensão invertida na dianteira e ajustes na traseira

Em termos de ciclística, a MT-03 2021 adotou suspensão invertida na dianteira e ajustes de calibragem na traseira, com sete regulagens na pré-carga da mola e curso de 125 milímetros. Segundo a Yamaha, as mudanças deixaram o modelo ainda mais equilibrada em qualquer condição. Na dianteira, não há nenhum tipo de regulagem.

O sistema de frenagem conta com disco ventilado do tipo flutuante de 298 milímetros de diâmetro, mordido por uma pinça de duplo pistão na dianteira. Na traseira, disco ventilado de 220 milímetros e pinça com pistão único. O conjunto conta com sistema ABS em ambas as rodas, que evita o travamento dos pneus em qualquer condição de uso.

Macaque in the trees
O painel multifuncional da MT-03 é 100% digital; as luzes de direção são de led e o motor é um dois cilindros, com arrefecimento líquido

O motor de dois cilindros da MT-03 é o mesmo que equipa o modelo desde sua chegada ao Brasil, em 2016. Com capacidade cúbica de 321 cc, conta com duplo comando (DOHC -Dual Over Head Camshaft), quatro válvulas por cilindro, arrefecimento líquido e alimentação por injeção eletrônica. O propulsor é capaz de gerar 42 cavalos a 10.750 rpm de potência máxima e 3 kgfm a 9 mil rpm de torque. Esse é o mesmo motor da mini esportiva R3. Infelizmente, a naked não incorporou a embreagem deslizante.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta