últimas notícias
Royal Enfield Interceptor 650
Royal Enfield Interceptor 650
Foto: fotos: Divulgação

Indianas do Mercosul

Grupo Simpa montará três modelos da Royal Enfield na região da Grande Buenos Aires

O Grupo Simpa, da Argentina, dará início ainda em setembro à montagem de três modelos de motocicletas da marca indiana Royal Enfield na sua unidade industrial localizada em Campana, província de Buenos Aires. O grupo atua no setor de petroquímica, máquinas e veículos - representa no mercado argentino as marcas de motocicletas Royal Enfield, KTM, Husqvarna, Vespa, Can-Am, CF-Moto, Piaggio, Aprilia, Moto Guzzi e Ninebot-Segway. Será a primeira vez que em seus cento e dezenove anos de história que a Royal Enfield montará produtos fora de sua sede - fundada na Inglaterra em 1901, a marca, entre 1956 e 1970, transferiu-se gradativamente para a Índia. Os primeiros modelos Royal Enfield montados em Campana serão a Himalayan, a Interceptor 650 e a Continental GT 650. Não há previsão que os produtos argentinos da marca indiana sejam exportados para o Brasil, que continua a ser atendido por meio de importação diretamente da Índia.

Macaque in the trees
Um dos modelos que será produzido na Argentina é a Interceptor 650; no começo, todas as peças serão importadas da Índia - Divulgação

A produção na Argentina começa em esquema de CKD, com todas as peças importadas da Índia, mas prevê uma gradual integração com a nacionalização dos itens. Além da Himalayan, da Interceptor 650 e da Continental GT 650, o plano de investimentos contempla a produção local de novos modelos para 2021.

A produção local das motocicletas da Royal Enfield faz parte de um amplo plano de investimentos de 700 milhões de pesos - o equivalente a R$ 50 milhões - e da geração de cerca de cem novos empregos diretos para este ano e primeiro semestre de 2021. Cerca de 30% dessas contratações já foram efetivadas, projetando-se adicionar 20 empregos adicionais antes do final do ano e mais 50 durante o primeiro semestre de 2021.

Macaque in the trees
O investimento do Grupo Simpa foi o equivalente a R$ 50 milhões para trazer a moto para a América Latina - Divulgação

A fábrica da Royal Enfield na cidade indiana de Chennai abastece mais de 50 países, incluindo os Estados Unidos, o Reino Unido e vários outros mercados europeus e latino-americanos, assim como o Oriente Médio e o Sudeste Asiático. Como uma divisão do conglomerado indiano Eicher Motors Limited, a Royal Enfield cresceu mais de 50% ao ano desde 2015 e tornou-se a líder em vendas globais no segmento de motocicletas médias. A gama de produtos da Royal Enfield inclui a Bullet, a Classic 500cc e a Himalayan, além dos mais recentes lançamentos, as bicilíndricas Continental GT 650 e Interceptor 650.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta