últimas notícias

Renault Zoe chega ao Brasil a partir de R$ 205 mil

Carro 100% elétrico mais vendido na Europa, novo Renault Zoe chega da França em duas versões

O Renault Zoe foi o pioneiro na Europa e se tornou o carro 100% elétrico mais vendido naquele mercado. Agora, na terceira geração, o novo Zoe E-Tech assume uma dimensão mais ampla em matéria de versatilidade, qualidade e tecnologias. O modelo começa a ser vendido no Brasil em duas versões de acabamento: Zen (R$ 204.990) e Intense (R$ 219.990). No continente europeu, o modelo parte de 24 mil euros (pouco mais de R$ 158 mil). “Em um mercado elétrico em forte crescimento, a Renault confirmou sua liderança na Europa, com alta de 101,4% em comparação com 2019, ou seja, dobramos nossas vendas de veículos elétricos. O Zoe é o carro 100% ‘verde’ campeão de vendas na Europa, com mais de 100 mil unidades emplacadas no ano passado, e líder nos principais mercados como a França, a nossa casa, mas também na Alemanha, outro importante e disputado mercado. O novo Zoe E-Tech é um veículo que chega para fortalecer a nossa liderança na venda de veículos elétricos também aqui no Brasil”, afirma Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil.

Externamente, o novo Zoe E-Tech consolida sua personalidade sem renunciar à agilidade característica. Do lado de dentro, a evolução fica evidente, com o cockpit e o painel de instrumentos totalmente redesenhados. Tecnicamente, o carro oferece ainda mais liberdade. A bateria de 52 kWh faz sua autonomia chegar a 385 quilômetros, com ainda mais opções de recarga, graças à introdução do sistema em corrente contínua (DC). O modelo também proporciona um prazer superior ao dirigir, graças à motorização mais performante, com 135 cavalos de potência e 25 kgfm de torque instantâneo. De acordo com a Renault, o Zoe acelera de zero a 100 km/h em 9,5 segundos pode chegar a 140 km/h.

Macaque in the trees
. Do lado de dentro, a evolução fica evidente, com o cockpit e o painel de instrumentos totalmente redesenhados - DIVULGAÇÃO

A arquitetura elétrica foi totalmente repensada para receber o quadro de instrumentos digital de série. A iluminação agora é full-led nas duas versões, oferecendo assim uma luminosidade 75% mais potente em comparação às lâmpadas halógenas, com um consumo energético mínimo. O novo Zoe E-Tech não gera logicamente nenhuma emissão na utilização. Mas a redução de seu impacto no ambiente não para por aí. Entre outros diferenciais, ela integra materiais sintéticos 100% provenientes da reciclagem, inclusive nas partes visíveis do interior, como os revestimentos, criados de acordo com o conceito da economia circular, e as peças em polipropileno reciclado.

Pioneira e líder da mobilidade elétrica na Europa, a Renault obteve um grande conhecimento a respeito das necessidades e expectativas associadas a esse mercado em pleno desenvolvimento. E o novo Zoe E-Tech é a comprovação disso. O modelo chegou às ruas europeias em 2012 e, desde então, a Renault se consolidou como líder em mobilidade elétrica, alavancada principalmente pelo sucesso de seu principal modelo. As vendas do Zoe crescem continuamente desde o lançamento e o acumulado de emplacamentos fazem dele o veículo elétrico mais presente na Europa. São mais de 270 mil unidades vendidas desde 2012.

O Zoe foi lançado no Brasil para o consumidor final no Salão do Automóvel de São Paulo de 2018 de forma inovadora, sendo vendido também pelo site eletricos.renault.com.br e retirado nas concessionárias homologadas. Além da opção de aquisição online, o novo Zoe E-Tech está à venda em dezesseis concessionárias de doze cidades: São Paulo e Campinas (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte e Divinópolis (MG), Curitiba e São José dos Pinhais (PR), Porto Alegre (RS), Chapecó (SC), Fortaleza (CE), Recife (PE) e Brasília (DF). Desde 2013, o elétrico mais vendido da Europa já estava disponível no mercado brasileiro, porém, somente para empresas envolvidas em projetos de mobilidade sustentável, como a Itaipu, a CPFL e a Beep Beep.

O Zoe E-Tech passa a fazer parte do catálogo de produtos do Renault On Demand, o serviço de assinatura da marca lançado em janeiro deste ano e que faz parte da estratégia de mobilidade urbana e compartilhada Mobilize. A Renault firmou uma parceria com duas empresas líderes no setor elétrico no Brasil, a WEG e a EDP. Assim, os clientes da marca francesa, sejam empresas ou consumidores finais, contam com um serviço completo para a aquisição e instalação de carregadores elétricos.

Berço do Grupo Renault, a França concentra atualmente a parte essencial das atividades de pesquisa, engenharia e produção de seus veículos elétricos. Concebido e fabricado no país europeu, o Zoe E-Tech se beneficia do know-how constantemente renovado das principais atividades do Grupo. O novo Zoe foi criado pelas equipes do Technocentre da Renault. Localizado em Guyancourt, nos arredores de Paris, o centro de tecnologia reúne todas as competências necessárias à criação de um veículo elétrico, como design, pesquisa e desenvolvimento, engenharia, arquitetura da bateria e aprimoramento do motor. Desde 2012, o Zoe é produzido na fábrica de Flins, região de Yvelines, área metropolitana de Paris. Na época, a unidade ampliou o escopo de suas competências ao fazer, por exemplo, a montagem dos elementos que compõem a bateria.

Há sessenta anos, a fábrica de Cléon (região de Seine Maritime, noroeste de Paris) representa a expertise do Grupo Renault em matéria de motores e transmissões. Convertida à produção de motorizações elétricas desde o lançamento do primeiro propulsor “verde”, em 2014, ela faz os principais componentes do grupo motopropulsor elétrico que dá vida ao novo Zoe E-Tech, a começar por seu motor síncrono com rotor bobinado. A nova geração do Zoe é montada sobre uma plataforma concebida especificamente para receber a bateria de um carro elétrico. O cárter que permite essa integração é produzido em Le Mans (região de Sarthe, a oeste de Paris), assim como os eixos dianteiro e traseiro do veículo.

Associando a irreverência da juventude ao dinamismo da idade adulta, o Zoe E-Tech estabelece um novo patamar em matéria de design. Agora, as formas suaves da geração anterior se juntam às linhas com personalidade nitidamente mais marcante, conferindo a ele ainda mais presença e conforto para os passageiros. Na frente da carroceria totalmente redesenhada, os contornos do capô esculpido convergem para um losango aumentado e alinhado, que se abre sobre a portinhola de recarga. O novo formato do para-choque integra adornos cromados na entrada de ar frontal, na grade e nos faróis de neblina, valorizando a parte inferior. Já as entradas de ar laterais reforçam as qualidades aerodinâmicas do veículo.

Macaque in the trees
A bateria de 52 kWh faz a autonomia chegar a 385 quilômetros, com ainda mais opções de recarga, graças à introdução do sistema em corrente contínua (DC) - DIVULGAÇÃO

O novo Zoe traz nas duas versões um quadro de instrumentos digital de 10 polegadas para o condutor, com definições e funcionalidades, de acordo com a Renault, inigualáveis no segmento. O equipamento inclui todos os parâmetros específicos da motorização elétrica, começando pelo indicador de consumo, incentivando a eco-condução. O motorista pode personalizar as cores do mostrador e a apresentação das diferentes informações. A tela do multimídia “touchscreen” de 7 polegadas que prolonga o console central oferece acesso a todos os recursos de navegação e entretenimento. Ela controla as principais regulagens do veículo, dos diferentes dispositivos de assistência à condução à personalização das cores de exibição da tela de 10 polegadas localizada no quadro de instrumentos, em frente ao condutor. O sistema multimídia Renault Easy Link faz o espelhamento de smartphones com Apple CarPlay e Android Auto.

 

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta