últimas notícias

Tiguan Allspace ganha revisão em seu design

A versão Allspace incorpora as atualizações apresentadas pela Volkswagen no Tiguan em 2020

O Volkswagen Tiguan recebeu atualizações no ano passado e, agora, chega a vez de a versão de entre-eixos alongado, a Allspace, ganhar uma revisão em seu design. Além das aparências, o modelo recebeu recursos mais sofisticados, como o IQ.Light, faróis de Matrix Led interativos e painéis de toque para controlar o ar-condicionado automático padrão. A versão XL do Tiguan Allspace pode, sob encomenda, ser adaptada para se tornar um SUV com sete lugares ou ter 1.920 litros de espaço de armazenamento no porta-malas. Na Alemanha, o SUV “esticado” estará disponível nos novos pacotes de especificações Life, Elegance e R-Line. Ao lado de um novo design para o exterior, a versão longa apresenta características técnicas avançadas, como os novos sistemas de controle e assistência que garantem mais conveniência e uma gama de serviços e funções online a bordo.

Desde seu lançamento, em 2007, o Tiguan passou de um quase “irmão menor” do Touareg a um dos utilitários esportivos mais vendidos do mundo. Um dos principais fatores para esse sucesso foi o lançamento em 2017 do Tiguan Allspace, uma versão 22 centímetros mais longa. Cerca de 1,5 milhão da variante Long Wheel Base (LWB) foram vendidos desde seu lançamento até o final de março deste ano. A atualização técnica e visual do Tiguan em 2020 abriu o próximo capítulo da história de sucesso. O Allspace recebeu o mesmo tratamento e agora tem um visual mais definido, cockpit digital e conectividade abrangente. O novo Tiguan será produzido em dois locais. Para o mercado chinês, a versão “normal” será fabricada em Xangai, enquanto as configurações LWB (distância entre-eixos longa) para as Américas do Norte e do Sul e o Allspace para a Europa serão feitos em Puebla, no México. Em todo o mundo, o alongado responde por 55% do mix de vendas do modelo.

A gama de motores do Allspace é praticamente idêntica à do Tiguan padrão. A motorização a gasolina abre com uma unidade turbo de 1,5 litro e quatro cilindros, com 148 cavalos de potência e 26 kgfm de torque binário. É equipado com o sistema de gerenciamento de cilindro ativo da Volkswagen, que pode desligar dois dos cilindros para melhor economia de combustível. Acima, há uma unidade de quatro cilindros turboalimentada de 2,0 litros disponível em duas variantes. O modelo mais barato tem 187 cavalos, enquanto a topo de linha tem a mesma potência de 242 cavalos do Golf GTI. Ambas as opções são equipadas com uma transmissão automática de 7 velocidades e tração nas quatro rodas.

Macaque in the trees
A Volkswagen reconfigurou a gama de equipamentos do Tiguan Allspace. A versão Elegance tem elementos cromados no interior, os bancos dianteiros podem ser encomendados na versão ErgoActive, com ajuste elétrico do apoio lombar de quatro vias e função de massagem - Divulgação

Os compradores também podem escolher entre duas opções a diesel, com base na mesma unidade de quatro cilindros turboalimentada 2.0. Um produz 148 cavalos, enquanto o outro tem 197 cavalos, os dois equipados de série com uma caixa automática de 7 marchas. A versão a diesel mais potente vem como padrão com tração nas quatro rodas, embora o sistema possa estar como um opcional no modelo com menos potência. A Volkswagen promete ainda a introdução de uma versão e-Hybrid do Tiguan Allspace, com o mesmo propulsor turbo a gasolina 1,4 litros de quatro cilindros somado a um motor elétrico de 242 cavalos do Golf GTE Mk8 PHEV. Por outro lado, o motor a gasolina de 2,0 litros de 316 cavalos do Tiguan R não chegará ao Allspace, pois a marca alemã afirma que o foco do modelo alongado está na capacidade de enfrentar grandes viagens em detrimento do desempenho.

A Volkswagen reconfigurou a gama de equipamentos do Tiguan Allspace. A versão Elegance tem elementos cromados no interior e no exterior e rodas de liga leve de 19 polegadas. Os amantes da esportividade podem encomendar o Allspace R-Line, com volante esportivo multifuncional em couro com operação por toque e logotipo “R-Line”, acabamentos decorativos em Cinza Carbono, Digital Cockpit Pro e rodas de 19 ou 20 polegadas. No quesito conforto, os bancos dianteiros podem ser encomendados na versão ErgoActive, com ajuste elétrico do apoio lombar de quatro vias e função de massagem.

As funções de ar-condicionado, aquecimento e ventilação – todos automáticos – são em três zonas, operadas por meio de um novo módulo digitalizado no console central. Os painéis de toque e os controles deslizantes substituem os botões giratórios. O motorista pode optar por receber “feedbacks” pelo head-up display colorido, com informações relacionadas à direção no seu campo de visão. O sistema Trailer Assist opcional auxilia o motorista ao manobrar um reboque. O peso máximo do trailer é de até 2,5 toneladas com a tração integral 4Motion.

Macaque in the trees
Os compradores podem escolher entre duas opções a diesel, com base na mesma unidade de quatro cilindros turboalimentada 2.0 - Divulgação

A direção parcialmente automatizada é possibilitada pelo IQ.Drive Travel Assist, usado pela primeira vez no Tiguan Allspace. Dependendo da situação, o sistema pode assumir a direção, a frenagem e aceleração em velocidades até 210 km/h. Para isso, o Travel Assist inclui o Adaptive Cruise Control (ACC) para orientação longitudinal e o Lane Assist (instalado de série) para orientação lateral.

Para a conectividade inteligente, o Tiguan Allspace apresenta uma série de novos sistemas de infoentretenimento (MIB3 de nova geração), ligados a uma gama de serviços online. Uma Unidade de Conectividade Online com eSIM integrado permite que os usuários se beneficiem dos serviços de We Connect (configurado para um período de uso ilimitado) e de We Connect Plus (para utilização gratuita por um ou três anos na Europa). O sistema MIB3 é complementado com recursos como controle de voz, acesso a serviços de streaming e personalização baseada em nuvem via Volkswagen ID. Os aplicativos podem ser integrados sem fio via App-Connect Wireless para Apple CarPlay e Android Auto. O som Harman Kardon tem um subwoofer, um amplificador digital de dezesseis canais, oito alto-falantes e um amplificador com saída total de 480 watts. Um conjunto que, segundo a fabricante norte-americana de equipamentos de áudio premium, produz agudos cristalinos e graves profundos.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta