últimas notícias
Honda New City sedã 2022 e Honda New City Hatchback 2022
Honda New City sedã 2022 e Honda New City Hatchback 2022
Foto: Divulgação

New City inicia as vendas em janeiro com preços a partir de R$ 108 mil

A Honda apresenta no Brasil o New City, na configuração sedã e na inédita hatchback

Desde 1981 no mercado mundial e a partir de 2009 produzido no Brasil, o Honda City sempre foi vendido no mercado nacional como um sedã compacto. Aqui, ele já foi “acusado” de tirar clientes do “irmão” mais famoso, o médio Civic. Atualmente, o City mal consegue ficar entre os cinquenta modelos mais emplacados no país, com uma média mensal de pouco mais de quinhentas unidades vendidas. Para mudar esse panorama, a Honda está lançando a quinta geração do compacto produzido em Itirapina (SP), estreando também a versão hatchback no Brasil – na prática, a nova configuração substituirá o monovolume Fit, que deixará de ser produzido no país. As vendas do New City sedã se iniciam em janeiro de 2022, com pré-venda a partir de 23 de novembro. Os preços das versões do sedã são de R$ 108.300 para a EX, de R$ 114.700 para a EXL e de R$ 123.100 para a “top” Touring. Os preços são para todo o Brasil com exceção do Estado de São Paulo e da cidade de Manaus (AM). As vendas do New City hatchback começarão em março de 2022, com os preços divulgados apenas em janeiro, quando se iniciará a etapa de pré-venda da nova configuração.

O marketing da Honda sublinha que a nova geração do City chega elevando os padrões de seus respectivos segmentos em dimensões (percepção de porte), espaço (para pessoas e bagagem), qualidade (de materiais e montagem), eficiência de consumo e desempenho (nova motorização), segurança e lista de equipamentos. Ou seja, o New City se aproximará ainda mais do atual Civic, que poderá deixar de ser fabricado no Brasil – a próxima geração deverá ser importada. O New City vem equipado com um motor inédito, todo em alumínio, 1.5 16V DI DOHC i-VTEC aspirado, quatro cilindros com injeção direta de combustível e dois comandos de válvulas no cabeçote e potência de 126 cavalos a 6.200 rotações por minuto tanto com etanol quanto com gasolina. O torque é de 15,8 kgfm a 4.600 giros com etanol. O câmbio CVT, com simulação de 7 marchas e opção de trocas sequenciais em “paddles shifts” no volante, recebeu mudanças: o Step-shift atua sob condução esportiva e o EDDB (Early Down-shift During Braking), com ação automática, amplia a segurança sem afetar o consumo. De acordo com o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), o New City sedã tem consumo na cidade de 9,2 e 13,1 km/l (etanol/gasolina) e, na estrada, de 10,5 e 15,2 km/l. Já a versão hatch registrou 9,1 e 13,3 km/l urbano e 10,5 e 14,8 km/l rodoviário. Ambos obtiveram classificação A no PBE, dentro de suas categorias. A marca japonesa não divulgou números de desempenho das duas configurações.

Macaque in the trees
O New City vem equipado com um motor inédito, todo em alumínio, 1.5 16V DI DOHC i-VTEC aspirado - Divulgação

Segundo a Honda, o sedã cresceu em todas as dimensões, ficando com 4,54 metros de comprimento, 1,74 metro de largura, 1,47 metro de altura e 2,60 metros de distância de entre eixos, enquanto a hatch – com somente as configuração EXL e Touring – terá 4,34 metros de comprimento, 1,74 metro de largura, 1,49 metro de altura e 2,60 metros de entre-eixos. Ainda conforme a fabricante oriental, a presença marcante do New City se dá pela carroceria longa, larga e baixa no sedã e no hatchback. O design é valorizado pelos vincos definidos e pelos faróis e lanternas com tecnologia de leds. Na versão Touring dos dois modelos, os faróis são em full-led, com luzes indicadoras de direção, fachos baixo e alto, DRL e auxiliares de neblina em leds. As demais versões contam com DRL de leds e bloco óptico principal com projetor. As rodas são de liga leve com aro de 16 polegadas, em todas as versões, mesclando acabamento frontal diamantado e pintura na cor preta. Os retrovisores externos contêm um detalhe interessante: antes fixados próximos à base da coluna “A”, agora estão mais recuados e colocados na porta, aumentando o campo de visão.

Leia Mais

Toyota Hilux 2022 traz mais itens de segurança e conveniência

O interior do New City destaca, segundo a Honda, a sofisticação dos materiais e qualidade de acabamento e montagem. Em todas as versões, os modelos são equipados com um painel amplo, com caráter esportivo. O conforto e a ergonomia foram priorizados no New City, com um novo Sistema de Estabilização Corporal, uma tecnologia antifadiga adotada nos bancos para melhorar o suporte do corpo do ocupante, evitando o esforço constante para a retomada do posicionamento ideal. No sedã e no hatchback, todas as configurações trazem botão de partida do motor, sistema de destravamento por proximidade da chave (Smart Entry), ar-condicionado digital, nova central multimídia “touchscreen” de 8 polegadas com espelhamento para Android Auto e Apple CarPlay sem fio e câmera de ré com multivisão. Nas EXL, estão disponíveis sensores de estacionamento traseiros, bancos revestidos em couro, painel digital de TFT de 7 polegadas multiconfigurável, ar-condicionado digital e automático e função de travamento das portas por aproximação da chave. As versões Touring contam ainda com sensores de estacionamento dianteiros e retrovisor fotocrômico.

Macaque in the trees
O interior do New City destaca, segundo a Honda, a sofisticação dos materiais e qualidade de acabamento e montagem - Divulgação

O New City será o primeiro modelo da marca fabricado no Brasil a contar com o Honda Sensing, pacote de tecnologias de segurança e assistência ao motorista. Com base nas imagens captadas por uma câmera de visão ampla e de longa distância, instalada na parte central e superior do para-brisa, o Honda Sensing tem cinco funções: Controle de Cruzeiro Adaptativo (ACC), sistemas de frenagem para mitigação de colisão, de assistência de permanência em faixa e para mitigação de evasão de pista e ajuste automático de farol. O New City traz ainda vários dispositivos de segurança em todas as versões, como assistentes de estabilidade e tração e de partida em rampa, sistema de luzes de emergência, seis airbags (frontais, laterais e do tipo cortina), estrutura de deformação progressiva, sistema Isofix para fixação de assentos infantis e alerta de baixa pressão dos pneus. O LaneWatch, assistente para redução de ponto cego, por meio de uma câmera localizada no espelho do lado do passageiro, está disponível nas versões EXL e Touring do sedã e na Touring do hatch.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta