Publicidade

X
Solidariedade

Camisa de Cristiano Ronaldo é leiloada e valor será doado ao exército ucraniano

O item doado por um garoto de 14 anos que vive na região de Ivano-Frankisvk foi arrebatado por 2,2 mil euros

Publicidade

Cristiano Ronaldo / Diogo Pinto/FPF

Em meio à invasão russa na Ucrânia, uma camisa de Cristiano Ronaldo autografada pelo craque promete ajudar o exército ucraniano. Isso porque, em um leilão feito pela organização "Save Ukraine Now", o item foi arrebatado por 2,2 mil euros (R$ 12,1 mil na cotação atual).

De acordo com a instituição, o valor arrecadado será utilizado para compra de medicamentos aos militares ucranianos que estão envolvidos na guerra. Segundo o jornal 'O Jogo', de Portugal, a camiseta, no entanto, não foi doada pelo próprio Cristiano Ronaldo, mas sim por um garoto de 14 anos que vive na região de Ivano-Frankisvk.

Leia Também

• Leilão de linhas de transmissão atrai R$ 15,3 bilhões em investimentos

Apesar de não ter feito a doação diretamente, Cristiano Ronaldo respondeu a uma postagem sobre o leilão da camisa que utilizou em uma partida contra a própria Ucrânia em 2019, pelas Eliminatórias para a Eurocopa.

"Espero que a minha camisola do jogo com a Ucrânia em 2019 possa ajudar os jovens a terem um futuro melhor e quero felicitar a Federação Ucraniana de Futebol por esta ação. Rezando pela paz", disse o português.

O responsável por adquirir a camisa de Cristiano Ronaldo foi Ruslan Kary, que vive nos Estados Unidos. Segundo a organização que realizou o sorteio, essa não é a primeira vez que este nome é vencedor de algum leilão promovido para arrecadar fundos para o exército ucraniano.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Democracia

Fachin defende urnas e se opõe às fake news em mensagem para mobilização de 11 de agosto

Declarações do presidente do TSE foram feitas em meio a insinuações golpistas e ataques do presidente Jair Bolsonaro ao sistema eleitoral

INCLUSÃO

Taboão da Serra realiza eleição para Conselho da Pessoa com Deficiência

No total serão eleitos 20 membros, sendo dez titulares e dez suplentes

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software