últimas notícias

Justiça determina paralisação de obras de aterro no Interior

Uma liminar da Justiça determinou a paralisação das obras de construção do aterro sanitário de Araçariguama. A decisão foi tomada com base em um relatório da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), que constatou risco de contaminação e aterramento do Ribeirão do Colégio, que garante o abastecimento da cidade.

O juiz concluiu que a movimentação de terra sem vistoria e alvará da prefeitura poderia causar dano irreversível ao córrego. Segundo a prefeitura, as nascentes estão bem perto do local onde o aterro está sendo construído.

A área é de proteção ambiental permanente desde o começo do ano passado, quando a lei de zoneamento urbano foi aprovada na cidade.

Em janeiro deste ano, uma equipe de fiscalização da prefeitura foi com a Polícia Militar, Guarda Municipal e Defesa Civil até o terreno. A área foi lacrada e oito funcionários da empresa foram detidos. (GSP)

Tops da Gazeta