últimas notícias

'Queda de Vélez era morte anunciada'

A demissão do ministro da Educação, Ricardo Vélez, era "crônica de uma morte anunciada", afirmou o vice-presidente, general Hamilton Mourão, em Washington.

"Ministro Vélez é uma pessoal de capacidade intelectual muito grande, uma pessoa bem intencionada, mas eu acho que acabou não conseguindo organizar as coisas lá no ministério", disse Mourão. "O presidente deu um tempo para ele tentar ajustar, não conseguiu, por consequência o presidente teve que trocar o ministro."

Mourão se reuniu com o vice-presidente dos EUA, Mike Pence. Depois, o general segue para a US Chamber of Commerce, onde participa de mesa redonda com
empresários.

Indagado se apoia a construção do muro na fronteira com o México, Mourão disse: "O presidente Bolsonaro já disse que apoia, se ele declarou, eu também apoio. Estou que nem um paraquedas com ele, estou com ele e não abro." (FP)

Tops da Gazeta