últimas notícias
A Justiça determinou na sexta-feira a interdição da Escola Municipal Felipe Lutfalla, no bairro Porta do Sol, em Mairinque
A Justiça determinou na sexta-feira a interdição da Escola Municipal Felipe Lutfalla, no bairro Porta do Sol, em Mairinque
Foto: Divulgação

Juíza interdita escola que usava contêiner como sala de aula há 5 anos em Mairinque

Na sexta-feira, a Justiça determinou a interdição da Escola Municipal Felipe Lutfalla, no bairro Porta do Sol, em Mairinque. A decisão aceitou um pedido feito pelo Ministério Público, após denúncias de 2014 de que alunos estavam tendo aulas dentro de um contêiner.

A determinação foi cumprida por um oficial de Justiça, junto com representantes do Corpo de Bombeiros, MP e prefeitura.

A Juíza Carla Carlini Catuzzo determinou que, além da interdição da escola, os alunos sejam imediatamente transferidos para uma escola próxima para não perderem as aulas. Isso deve ser cumprido já na próxima segunda-feira (15).

Se a Prefeitura de Mairinque não cumprir a decisão, terá que pagar uma multa de R$ 4 mil por dia. Segundo a mãe de uma das alunas, há três salas dentro do contêiner. A escola municipal fica dentro de um condomínio fechado e tem alunos do 1º ao 9º anos.

O material do contêiner é de polietileno e, em caso de incêndio, seria exalada uma fumaça tóxica, de acordo com as informações da decisão judicial. Em vistoria do Corpo de Bombeiros foi constatado que o contêiner não apresenta condições de segurança.

A juíza explicou que a decisão é de caráter de urgência.
(GSP)

Tops da Gazeta