últimas notícias
Levantamento revela que homens com ensino superior são os que mais concordam com mudanças
Levantamento revela que homens com ensino superior são os que mais concordam com mudanças
Foto: Thiago Neme/Gazeta de S.Paulo

Para 59%, reforma da Previdência é necessária no País

Segundo pesquisa CNI/Ibope, 72% dos entrevistados concordam que haja uma idade mínima para se aposentar

A reforma da Previdência é considerada necessária por seis em cada dez brasileiros, ou 59% dos brasileiros. Isso é o que revela a pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira - Reforma da Previdência, divulgada nesta quarta-feira pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Outros 36% discordam sobre a necessidade da reforma.

A percepção de que as mudanças são imprescindíveis é maior entre os homens, os que têm ensino superior e renda familiar superior a cinco salários mínimos, revela o levantamento feito pela CNI/Ibope.

Entre os homens, 63% dizem que é preciso fazer a reforma da Previdência. Entre as mulheres, o porcentual cai para 54%. As mudanças são necessárias para 68% dos entrevistados com ensino superior e para 73% dos que têm renda familiar acima de cinco salários mínimos.

A pesquisa revela ainda que a reforma tem o apoio da maior parte das pessoas que ganham menos e com menor grau de escolaridade: 52% dos que concluíram até a quarta série do ensino fundamental e 51% dos que recebem até um salário mínimo acreditam que é preciso mudar o sistema previdenciário do País.

PRESIDENTE DA CNI.

"A maioria da população já reconhece que a reforma da Previdência é indispensável para o País", afirma o presidente da CNI em exercício, Paulo Afonso Ferreira. "As mudanças no sistema atual de aposentadorias são essenciais para incentivar o retorno dos investimentos, do crescimento sustentado e da necessária modernização do País", acrescenta.

De acordo com o executivo, se o Brasil não resolver o problema do déficit da Previdência, a sociedade terá de arcar com os custos da alta carga tributária e falta de recursos para áreas em que a atuação do setor público é fundamental. (EC)

Tops da Gazeta