últimas notícias

Arma do caso Marielle pode estar no mar

A polícia busca no mar a arma que matou a vereadora Marielle Franco e o motorista dela, Anderson Gomes, em março de 2018. A Polícia Civil pediu ajuda para a Marinha e nesta quarta-feira Agentes da Divisão de Homicídios (DH) foram ao Distrito Naval.

A Polícia Civil suspeita que a quadrilha que arquitetou o atentado jogou a arma usada no crime, uma submetralhadora MP-5, no mar.

Um barqueiro, que foi contratado por um homem ligado a um dos PMs presos apontados como os autores do assassinatos, teria visto o suspeito jogar fuzis e submetralhadora em arquipélago. Ainda de acordo com o barqueiro, ao chegar nas Ilhas Tijucas, o homem abriu a mala, tirou seis fuzis e jogou as armas no mar - inclusive a bolsa. (GSP)

Tops da Gazeta