últimas notícias

Bolsonaro é o 3º líder mais mal avaliado

O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, é o terceiro líder mais mal avaliado da América Latina, atrás apenas dos dirigentes de Cuba e Venezuela, segundo pesquisa realizada em 14 países da
região.

Os dados são do instituto Ipsos, que entrevistou 403 pessoas. O levantamento foi realizado entre os dias 27 de junho e 24 de julho deste ano. Na pesquisa foram ouvidos formadores de opinião e jornalistas reconhecidos de meios de comunicação latino-americanos.

O ditador venezuelano, Nicolás Maduro, registra a menor taxa de aprovação da região, com apenas 3% de apoio, enquanto Miguel DíazCanel, líder da ditadura cubana, aparece com 18%. Apesar de comandarem regimes autoritários, os dois oficialmente possuem o título de
presidente.

Bolsonaro aparece como o terceiro com menor aprovação, com 29% -entre as democracias, ele é o mais mal avaliado.

No total, foram avaliados os líderes de 12 países: Brasil, Venezuela, Bolívia, Uruguai, Argentina, Equador, Chile, Peru, Colômbia, Cuba, México e Panamá.

O Chile tem o presidente com maior aprovação, Sebastian Piñera, que aparece com 68% na pesquisa. Em segundo lugar está Tabaré Vásquez, presidente do Uruguai, com 65%.
(FP)

Tops da Gazeta