últimas notícias

Ex-líderes das Farc anunciam volta à luta

Três ex-chefes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) cujo paradeiro era desconhecido anunciaram nesta quinta-feira (29) o retorno à luta armada junto com outros chefes rebeldes que se distanciaram do acordo de paz na Colômbia desde a posse do presidente Iván Duque.

Iván Márquez, ex-número dois da guerrilha, Jesús Santrich, que fugiu da Colômbia em julho, e Hernán Darío Velásquez, conhecido como El Paisa, reapareceram em um vídeo divulgado no YouTube, vestidos com indumentária militar e cercados de homens armados. No discurso, Márquez prometeu se aproximar do Exército de Libertação Nacional (ELN) - última guerreira ativa da Colômbia, que tem operado na fronteira com a Venezuela. Os três líderes já tinham se distanciado do acordo de paz de 2017, do qual Márquez foi um dos principais negociadores, e levou ao desarmamento de 7 mil homens e
mulheres.

Ex-negociador.

"A continuação da luta de guerrilha é uma resposta à traição do Estado aos acordos de paz de Havana", disse Márquez no vídeo divulgado no YouTube. "A armadilha, a traição e a deslealdade, a modificação unilateral do texto do acordo, a violação dos compromissos por parte do Estado, as assembleias judiciais e a insegurança jurídica nos forçaram a voltar para a montanha", acrescentou o
dissidente. (EC)

Tops da Gazeta