últimas notícias

Câmara e Senado rejeitam nova CPMF

Os presidentes da Câmara do Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM- AP) criticaram a criação de um imposto nos moldes da antiga Contribuição Provisória Sobre Movimentação Financeira (CPMF). Maia disse nesta quarta-feira (11), que a ideia do governo de cobrar imposto sobre pagamentos provocou uma reação "contundente" dos parlamentares: um "obstáculo muito grande" no
Congresso.

"Eu não sou daqueles que quer dizer o que o governo deve ou não mandar para a Câmara. É um direito dele mandar uma proposta e a Câmara e o Senado decidir. Agora, de fato as reações hoje para mim foram muito contundentes da dificuldade da CPMF na Câmara dos Deputados", disse Maia depois de receber a proposta de reforma tributária de Estados e do Distrito Federal.

Em agosto, durante palestra para banqueiros em São Paulo, o presidente da Câmara demonstrou sua resistência à recriação de um imposto nos moldes da CPMF. Na oportunidade, Maia disse que a Câmara não retomaria a discussão sobre o imposto em "hipótese nenhuma".

Perguntado sobre a proposta do governo nesta quarta, Alcolumbre
respondeu:

"Nem sei o que é CPMF". "Estou escutando o governo falar sobre isso e, da minha parte, eu quero reafirmar minha posição: eu sou contrário, pessoalmente, à criação de mais um imposto na vida das pessoas."
(EC)

Tops da Gazeta