últimas notícias
Deflagrada em dezembro do ano passado, a operação prendeu 20 dos 27 vereadores da cidade mineira
Deflagrada em dezembro do ano passado, a operação prendeu 20 dos 27 vereadores da cidade mineira
Foto: Divulgação/Câmara de Uberlândia

STJ manda soltar vereadores de Uberlândia

O ministro João Otávio de Noronha concedeu liminar para substituir por medidas cautelares alternativas a prisão de três vereadores investigados na Operação Má Impressão

Por considerar os fundamentos do decreto de prisão preventiva "genéricos", sem indicação de qualquer situação concreta que pudesse atrapalhar as investigações, o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, concedeu liminar em habeas corpus para substituir por medidas cautelares alternativas a prisão de três vereadores de Uberlândia (MG) investigados na Operação Má Impressão, que apura suposto esquema de desvio de dinheiro público no município. As informações foram detalhadas no site do STJ. Foram beneficiados com a decisão os vereadores Márcio Teixeira Nobre, Isac Francisco da Cruz e Vilmar Resende Pereira. Deflagrada em dezembro do ano passado, a operação prendeu 20 dos 27 vereadores da cidade mineira.

Contra os vereadores de Uberlândia, também foram deflagradas as Operações Poderoso Chefão e Torre de Babel, nas quais igualmente houve decretação de prisões.

Tops da Gazeta