últimas notícias
Foto circula em grupos no WhatsApp
Foto circula em grupos no WhatsApp
Foto: Reprodução

Áudio sobre incêndio causado por álcool em gel em carro: fato ou fake?

No WhatsApp, homem afirma que esqueceu o frasco de álcool em gel no 'porta-treco' do carro e que o mesmo entrou em combustão

Um áudio, seguido de uma foto com o painel de um veículo parcialmente em queimado, circula nos grupos de WhatsApp. Nele, um homem afirma que esqueceu o frasco de álcool em gel no 'porta-treco' do carro e que o mesmo entrou em combustão.

O jornal 'Diário do Litoral' checou a informação e constatou que é praticamente impossível que isso tenha acontecido. Primeiro, porque seria impossível ter havido uma combustão espontânea do álcool em gel. O ponto de combustão do etanol 70% passa de 300°C, temperatura impensável para um veículo fechado, independente do tempo que o veículo passe sob o sol.

O relato, portanto, muito provavelmente é falso. Deixar um frasco de álcool em gel dentro do carro, mesmo sob o sol forte, não é tão perigoso assim.

O que é perigoso?

É perigoso passar o álcool nas mãos e em componentes do veículo como volante e câmbio, por exemplo, e logo depois acender um fósforo ou um cigarro. O fogo gerado pelo álcool em gel é invisível durante alguns segundos, o que atrapalha o tempo de reação.

É recomendável usar o álcool em gel sempre com parcimônia e segurança, dentro e fora do carro.

Comentários

Tops da Gazeta