últimas notícias
O veto de Bolsonaro causou preocupação entre os parlamentares
O veto de Bolsonaro causou preocupação entre os parlamentares
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Pandemônio na economia

O Guri do Planalto informa tudo que acontece Direto de Brasília

A prorrogação da desoneração da folha até dezembro de 2021 pode salvar até 1 milhão de empregos no País em 17 setores, porém o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vetou. Isso causou uma enorme preocupação entre os parlamentares que classificaram como uma “insensibilidade do governo”. A força-tarefa agora no Congresso é para derrubar esse veto.

Troca-troca.
Como citado na semana passada nesta coluna, o Planalto avisou ao líder do governo na Câmara dos Deputados, Major Vitor Hugo, que a ordem é trocar deputados que ocupam a vice-liderança do governo na Câmara. Bolsonaristas estão revoltados e acusam que estão sendo trocados por políticos do Centrão. Para eles, quem está articulando essas trocas é o Ministro Ramos.

Fora do ar.
O tempo fechou entre os parlamentares ligados ao Governo. O Facebook removeu contas falsas ligadas ao PSL e à família Bolsonaro que mantinham rede de fake news. Para essa coluna, essa atitude é um serviço para o tratamento da verdade e um cerco para combater os crimes vindos da internet.

Escolha na Educação.
Após muita demora e tensão para escolher o chefe da pasta do Ministério da Educação, Bolsonaro bateu o martelo para Milton Ribeiro para comandar esse importante setor que anda abandonado pelo seu Governo. É o quarto a assumir. Antes dele, passaram pelo ministério Ricardo Vélez Rodríguez, Abraham Weintraub e Carlos Alberto Decotelli.

Sem Saúde.
O chefe do Planalto não deu sinais de quem vai ocupar o cargo de ministro da Saúde. Vergonhosamente, em plena pandemia de covid-19, o Ministério está há 56 dias sem um titular. A doença já provocou quase 70 mil mortes no Brasil.

Homenagem.
Na última quinta (9 de julho), foi comemorado a Revolução Constitucionalista de 1932. Os parlamentares paulistas e do grupo “bancada da bala” lembraram da data em discursos na sessão remota e em suas mídias sociais. Esse movimento paulista lutou pela derrubada do governo provisório de Getúlio Vargas e exigiu uma nova Constituição.

"O Parlamento é autor de 92% dos projetos concebidos para socorrer as pessoas. A iniciativa de formular medidas e liderar esforços, neste momento difícil de pandemia, é a prova incontestável de que o Congresso está ciente do seu papel de representar o povo e cuidar da nação"
O Senador Davi Alcolumbre, presidente do Senado Federal, ressaltando a importância do trabalho do Congresso Nacional durante a pandemia.

Comentários

Tops da Gazeta