últimas notícias
A tarde da última quarta (29) no Senado foi bastante agitada
A tarde da última quarta (29) no Senado foi bastante agitada
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Rebuliço no Senado

O Guri do Planalto informa tudo que acontece Direto de Brasília

A tarde da última quarta-feira no Senado foi bastante agitada, após o procurador-geral da República, Augusto Aras, criticar a Lava Jato, no dia anterior. De forma emergencial, o grupo Muda Senado se reuniu virtualmente com o Aras para cobrar explicações. A reunião que durou 2h30 acabou com os ânimos um pouco menos acirrado. O colegiado defende a operação Lava Jato. Para um dos integrantes do grupo, senador Major Olímpio, a Lava Jato é um marco na história do combate à corrupção. “É necessário manter a Lava Jato pelo bem do nosso país. Essa operação que fez um trabalho imprescindível para os brasileiros. Colocou ladrões de colarinho branco na cadeia! Malfeitores que dilapidaram nosso país! Pela Lava Jato, sempre!”, defendeu o parlamentar.

Na contramão.
Deputados conseguiram o número mínimo de assinaturas necessárias para instalar a chamada “CPI da Lava Jato”, que já somam 176 assinaturas. Para que a comissão seja instalada, é necessária a autorização do presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Lideranças próximas a Maia afirmaram a essa coluna que “ pouco provável que seja aberta essa CPI”.

Evangélico na Presidência.
Faltando 7 meses para a eleição da presidência da Câmara dos Deputados, a Frente Parlamentar Evangélica lançou a pré-candidatura de Marcos Pereira (Republicanos-SP) à direção da Casa. O apoio já conta formalmente com 42 assinaturas que apostam no parlamentar para ocupar a cadeira de Maia.

Serra no alvo.
A Lava Jato pede para que investigações contra Serra sejam retomadas. O senador e ex-governador do estado de São Paulo é acusado pelo crime de lavagem de dinheiro, enquanto ainda era governador. Porém, teve as investigações suspensas após o juiz federal Diego Paes Moreira suspender a ação penal contra ele, depois que o ministro Dias Toffoli ordenou a suspenção de todas as investigações da Lava Jato sobre o senador.

Congresso amarelo.
O Congresso Nacional foi iluminado de amarelo na última terça-feira para lembrar o Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais. A iniciativa partiu do deputado Junior Bozzella (PSL-SP).

Plena recuperação.
O deputado federal Coronel Tadeu (PSL-SP), que esteve internado devido à Covid-19, já se encontra em casa com melhoras gradativas. Essa coluna deseja melhoras ao parlamentar.

"Não acho que criando novo imposto, que é cumulativo, que trava a economia, vai resolver o problema"
Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em meio à discussão da reforma tributária, ao descartar novamente volta de imposto sobre transições.

Comentários

Tops da Gazeta