últimas notícias
Secretário de Educação, Pedro Fernandes
Secretário de Educação, Pedro Fernandes
Foto: Divulgação

Secretário estadual de Educação do Rio, Pedro Fernandes é preso

Operação Catarata, que investiga supostos desvios em contratos de assistência social no governo estadual e municipal; ex-deputada é procurada

O secretário estadual de Educação do Rio de Janeiro, Pedro Fernandes, foi preso nesta sexta-feira (11). Secretário foi alvo da Operação Catarata, que investiga supostos desvios em contratos de assistência social no governo estadual e municipal. A ex-deputada federal Cristiane Brasil também foi procurada pela operação, mas não foi encontrada.

Pedro Fernandes foi preso por ações durante sua gestão na Secretaria Estadual de Tecnologia e Desenvolvimento Social nos governos de Sérgio Cabral e de Luiz Fernando Pezão, segundo o MPRJ.

O secretário cumprirá prisão domiciliar, pois apresentou um exame positivo de Covid-19 ao receber voz de prisão.

De acordo com a Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), R$ 30 milhões podem ter sido desviados dos cofres públicos entre 2013 e 2018.

Além dele, Flavio Salomão Chadud, empresário; Mario Jamil Chadud, ex-delegado e; João Marcos Borges Mattos, ex-diretor de administração financeira da Fundação Leão XIII também foram presos na operação.

A ex-deputada Cristiane Brasil era um dos alvos da operação e também havia um mandado de prisão. Entretanto, ela não foi encontrada durante a operação e a assessoria informou que ela não está no Rio de Janeiro e vai se apresentar à polícia ainda nesta sexta-feira.

Ela responde por atos supostamente praticados entre maio de 2013 e maio de 2017, quando assumiu secretarias municipais nas gestões de Eduardo Paes e Marcelo Crivella.

Comentários

Tops da Gazeta