últimas notícias
 O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Lava Jato denuncia Lula por lavagem de dinheiro

MPF acusa o ex-presidente de lavagem de dinheiro da Odebrecht por meio de doações para o Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto foram denunciados por lavagem de dinheiro pela força-tarefa da Lava Jato no Paraná. A denúncia foi apresentada nesta segunda-feira (14).

O Ministério Público Federal acusa o ex-presidente de lavagem de dinheiro da Odebrecht por meio de doações para o Instituto Lula.

De acordo com a Procuradoria, foram pagos para o Instituto Lula entre 2013 e 2014 R$ 4 milhões debitados de uma espécie de "conta-corrente" de propina com origem em obras na Petrobras na época dos governos petistas. Tese similar já tinha sido apresentada nos demais processos em que Lula virou réu no Paraná.

A acusação cita como prova a planilha de pagamentos "Italiano", que menciona o repasse de R$ 4 milhões em uma subconta nomeada "amigo", que para a acusação era um apelido referente ao ex-presidente.

Foram incluídos na denúncia também o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, e o ex-ministro Antonio Palocci, atualmente delator

É a quarta vez que o ex-presidente é alvo de denúncia no estado. Ele foi condenado em dois processos -do tríplex de Guarujá e do sítio de Atibaia- e aguarda em liberdade o julgamento de recursos.

Defesa

A defesa de Lula disse que as doações estão devidamente documentadas. Já a defesa de Okamotto nega ilegalidades. Os advogados Antônio Palocci informaram que a denúncia está baseada na colaboração dele e que "comprova a efetividade do acordo do ex-ministro".

 

Comentários

Tops da Gazeta